fbpx
Tecnologia

Entenda tudo sobre servidor dedicado nesse guia completo!

Hoje em dia, a tecnologia digital é um componente indispensável para a maioria dos processos dentro de uma empresa. Seja de forma direta, seja indireta. Além disso, com a expansão da tecnologia móvel, a importância dos sites e das vendas online também aumentou drasticamente. E, para acompanhar essas mudanças no mercado, é necessário investir na melhor tecnologia para sua empresa.

Um dos principais investimentos que você pode fazer é um servidor dedicado, uma ferramenta muito importante para alcançar a maior parte do seu público online. E, para ajudar a otimizar esse recurso, vamos explicar tudo que você precisa saber, incluindo suas características, os benefícios e algumas dicas para fazer sua escolha.

Continue conosco e acompanhe esse guia completo sobre servidor dedicado e as vantagens de adotá-lo em seu negócio!

O que é um servidor dedicado?

Antes de falar do servidor dedicado, é importante esclarecer o que é um servidor, de forma geral, para alinharmos os demais detalhes sobre o tema.

Servidores são centrais de processamento que oferecem um serviço de rede para outros computadores. Por exemplo, você pode ter um servidor na sua empresa que contém dados sobre seu negócio e está conectado a todos os computadores. Assim, qualquer máquina que esteja conectada a essa rede pode acessar todos esses dados, desde que tenha as permissões necessárias para isso.

O mesmo princípio se aplica à criação de sites. No lugar de criar um servidor físico dentro da sua empresa para hospedar seu site, você pode hospedá-lo em um servidor terceirizado, o que elimina a necessidade de espaço e diminui os custos com manutenção direta. Estes servidores podem ser compartilhados ou dedicados.

Como o nome diz, um servidor compartilhado é utilizado para armazenar sites criados por vários usuários. Esse é o caso de muitas páginas criadas de maneira gratuita. O provedor oferece um espaço e banda limitados em um determinado servidor, o qual também contém informações de outros usuários e empresas.

O servidor dedicado, por sua vez, é de uso exclusivo de um usuário ou cliente — no caso, direcionado apenas para seu negócio. Sendo assim, você paga um valor mensal para ter um espaço de armazenamento maior e uma banda de rede que será usada apenas para acessar sua página e seus dados, o que aumenta a qualidade desse tipo de serviço.

Na prática, esse servidor funciona como um data center padrão, o qual é acessado de forma remota. Porém, com a ajuda de profissionais capacitados, você poderá aproveitar melhor as ferramentas do servidor dedicado e terá mais liberdade e flexibilidade para configurar esse recurso como achar adequado.

Por que é preciso usar um servidor dedicado?

Investir em tecnologia é algo fundamental para sua empresa conseguir acompanhar as demandas do mercado e as expectativas do seu público-alvo. Em especial, se você trabalha com o foco cada vez maior no público online.

Para isso dar certo, ter servidores dedicados para hospedar o site do seu negócio também será indispensável. Afinal, a segurança e qualidade dos dados são itens imprescindíveis atualmente.

O primeiro protesto de muitos gestores é, por óbvio, a necessidade de um investimento inicial. Porém, se você colocar em foco todos os benefícios e vantagens, tanto a curto quanto longo prazo, verá que esse tipo de servidor dará um retorno considerável.

Vamos ver, a seguir, alguns dos principais motivos para investir em um servidor dedicado.

Performance

Uma forma de entender melhor os servidores compartilhados é comparando-os com uma rede de wi fi. Há um limite de download e upload que fica definido pela rede e pelo modelo do roteador. Quando uma pessoa se conecta a essa rede e faz uma solicitação, como acesso a um site ou visualizar um vídeo, uma parte dessa rede é ocupada para dar conta do que foi pedido.

Na contratação do serviço, você deve levar em conta quantas pessoas vão utilizar essa mesma rede e o tipo de atividade que elas pretendem executar. Assim, mesmo que todas se conectem ao mesmo tempo, a experiência de uso de cada um não é afetada, alcançando maior qualidade durante o período em que os dados são acessados.

Agora, digamos que uma visita se conecte à rede, depois outra e mais outra. Ou então que um dos usuários tenha feito um acesso que possa requerer quase toda a rede. Nesses casos, faltará velocidade para alguns dos usuários, prejudicando o trabalho.

Da mesma forma, se você está em um servidor compartilhado e um dos sites hospedados nele recebe muitos acessos, isso vai comprometer o desempenho do seu site, pois todos fazem parte da mesma rede. Os servidores dedicados são uma forma de evitar isso, pois a rede não será utilizada por outros sites.

Segurança

Outro bom motivo para a empresa investir em um servidor dedicado é a proteção de informações sensíveis dos usuários, sejam eles clientes internos, sejam clientes externos.

Servidores compartilhados costumam apresentar muito mais portas de acesso, já que são usados por várias pessoas para diferentes finalidades e propósitos. Algumas delas podem ter a intenção expressa de espionar seus dados ou podem criar alguma vulnerabilidade para os outros usuários.

Claro que isso não significa que todos esses servidores são ruins. Muitos podem ter boa segurança e são ótimos para uso pessoal. Porém, no que diz respeito ao seu uso dentro de uma estrutura empresarial, é necessário ter cuidado redobrado, já que esse banco de dados pode incluir informações sobre seus clientes, seus colaboradores e sobre a empresa como um todo.

Mesmo em negócios de pequeno ou médio porte, essa ainda é uma ameaça a ser levada em conta. Na realidade, empresas menores tendem a ser alvo de criminosos, que tentam de tudo para conseguir fazer sequestro de dados e phishing, já que a proteção de dados em organizações menores costuma ser menos robusta.

Quando sua empresa é a única a utilizar o servidor, você pode acompanhar com mais facilidade todas as suas atividades, além de controlar quem tem acesso a cada informação. Combinando essa tática com outras ferramentas e protocolos de proteção, o que inclui a educação do comportamento dos usuários, seus dados estarão bem mais seguros.

Flexibilidade

Com o tempo e as mudanças no mercado, será necessário fazer mudanças em vários aspectos do seu negócio, incluindo sua presença online, seu site e no que diz respeito à forma como você configura seu servidor. Porém, quando ele é compartilhado, você não terá a mesma liberdade para fazer quaisquer modificações.

Primeiramente, seu acesso às configurações e ferramentas do servidor são mais limitadas, o que já reduz suas opções de customização. Segundo, se uma modificação exige mais espaço de armazenamento ou maior uso de processamento, pode ser que haja usuários demais ocupando o servidor nesse momento. E se você reduzir seu espaço de uso, ele pode não estar disponível para o futuro.

Em servidores dedicados, esse não costuma ser um problema, já que todo o volume definido sempre estará à sua disposição. E mesmo que você exceda esse limite, basta solicitar ao provedor que seja aumentado o armazenamento e a banda disponíveis. Isso vai dar para sua companhia uma margem maior parar planejar diferentes campanhas, melhorar seu site e otimizar o processamento de dados a médio e longo prazos.

Disponibilidade

Quando dizemos que cada servidor tem um limite de banda, significa que há uma quantidade finita de informação que pode ser processada ao mesmo tempo pelos usuários. Como resultado, também há um limite para quantos acessos simultâneos podem ser realizados, seja por usuários da sua própria empresa ou clientes visitando seu site.

Um problema comum em alguns sites — aqui nos referimos, em especial, aos que são sem serviço dedicado — é quando o número de pessoas acessando o servidor é maior do que a sua capacidade, o que pode deixar o serviço indisponível. E se há vários sites hospedados no mesmo servidor, um pico de visitas em um deles vai afetar a disponibilidade para todos os outros.

Utilizar um servidor dedicado, por outro lado, reduz bastante esse tipo de problema, pois você pode fazer sua contratação com base no número esperado de acessos. Além, é claro, de continuar expandindo esse limite conforme aumentam as demandas, elevando a capacidade à medida que for necessário.

Escalabilidade

Falando em expansão, outro ponto bem forte do servidor dedicado é a sua maior escalabilidade. Esse é um conceito que diz respeito à capacidade de um processo, sistema ou modelo de negócio ser replicado sem exigir uma mudança profunda em sua infraestrutura. Em outras palavras, é possível expandir o modelo sem grandes custos adicionais e sem prejudicar o trabalho dos usuários.

A tecnologia digital é uma das ferramentas que mais contribuem para a escalabilidade de qualquer tipo de negócio. E o servidor dedicado é uma ferramenta importante nesse ponto, pois a maior flexibilidade também abre espaço para ampliar suas campanhas e o número de visitantes em seu site.

Essa é uma característica que fica cada vez mais clara a médio e longo prazo, quando a empresa cresce e é necessário planejar campanhas e sistemas que deem conta de um número maior de leads e conversões.

Nesses momentos, ter um servidor com maior escalabilidade facilita todos os ajustes necessários para entregar um serviço de maior qualidade. Além disso, será possível fazer todos esses ajustes sem grandes prejuízos à rotina e dia a dia de trabalho da empresa.

Otimização de SEO

Search Engine Optimization, ou Otimização dos Motores de Busca, é um conjunto de práticas usadas para aumentar a classificação de uma página nas ferramentas de busca online, principalmente o Google, por exemplo.

Certas ações, como escolher o melhor nome para a página, adicionar tags a todas as imagens, verificar palavras-chave conforme o público-alvo para os conteúdos, entre outras, afetam seu posicionamento nas buscas. Assim, as suas chances de seu site ser encontrado por leads se reduz bastante.

Além dos fatores mais explícitos, também há componentes do SEO que acontecem fora de vista, no código fonte do site e também na hospedagem. E o tipo de servidor utilizado para armazenar as páginas também tem seu impacto nesses resultados, tão necessários para o sucesso do seu negócio.

Isso acontece por que cada servidor também gera um número de IP (Internet Protocol), o qual é usado como referência para buscas e para determinar a origem de conteúdos.

Se você está em um servidor compartilhado e outros usuários usam suas páginas para espalhar malwares ou enviar spam, essas ações serão associadas ao mesmo IP que você usa, o que prejudica a classificação da sua página.

Ao se utilizar um servidor dedicado, seu IP será único e exclusivo, evitando esse tipo de problema e aumentando as oportunidades para que seus clientes encontrem suas soluções.

Produtividade

Ter acesso a uma tecnologia de melhor qualidade sempre tem um impacto positivo no rendimento da equipe e da empresa como um todo. E também é possível aumentar o faturamento com um servidor dedicado, desde que ele seja bem utilizado.

De forma direta, esse servidor pode auxiliar na otimização de tarefas internas e melhorar o aproveitamento do tempo das equipes, pois apresenta maior processamento e disponibilidade otimizados.

Indiretamente, ele influencia a forma como os seus colaboradores trabalham e, por consequência, a maneira como sua empresa lida com seus leads e clientes, o que também tem um efeito na sua taxa de conversão, retenção, vendas e fidelização.

Para quem ele é indicado?

Considerando as qualidades citadas anteriormente, fica clara a vantagem de investir em um servidor dedicado para a maioria das empresas. Porém, em que casos ele é a melhor opção?

Em primeiro lugar, há os casos em que o servidor é usado para hospedar sites pesados e precisa lidar com um grande número de acessos e requisições de maneira simultânea. Para dar conta de toda essa demanda, um servidor compartilhado, com certeza, não é das melhores alternativas.

O mesmo princípio se aplica a quaisquer empresas que usem servidores como data bases em seus processos internos. E, claro, o maior controle sobre as informações que costumam circular por essa base contribui bastante para a integração de analytics e business intelligence no seu planejamento.

Como escolher um servidor dedicado?

Assim como qualquer outra ferramenta usada na empresa, a escolha do tipo de servidor e do provedor afeta de forma direta o seu aproveitamento. Sendo assim, é importante ter alguns critérios bem estabelecidos antes de se comprometer com qualquer uma das opções.

Para ajudar você a tomar a melhor decisão para seu negócio, listamos aqui alguns pontos que devem ser observados ao se procurar por um servidor dedicado. Confira a seguir.

Estabeleça suas necessidades

O primeiro passo para escolher qualquer tipo de serviço ou ferramenta tecnológica, é conhecer a empresa e estabelecer quais são suas principais necessidades e demandas. Há vários fatores que podem influenciar a qualidade de uma ferramenta e sua utilidade, sendo importante elencar quais delas têm maior peso. Isso será muito útil quando chegar o momento de comparar suas alternativas e escolher o servidor ideal para sua organização.

Gerenciado X Não Gerenciado

Existem duas formas de servidor dedicado que você vai encontrar disponíveis no mercado, o Gerenciado e o Não Gerenciado. Cada uma com seus prós e contras que devem ser analisados com cuidado.

Um servidor gerenciado, como o nome deixa a entender, oferece o serviço dedicado, com o espaço de armazenamento e exclusividade de rede, mas ainda deixa o provedor no controle do gerenciamento do servidor. Sendo assim, você pode fazer a hospedagem dedicada do seu site sem ter que se preocupar tanto com as complexidades envolvidas na gestão do servidor.

Em contraste, um servidor não gerenciado fica totalmente por conta do contratante. Nesse caso, seu gerenciamento e configuração é feito com o uso de uma interface e sistema operacional padrão, sendo de total responsabilidade da sua equipe.

O modelo gerenciado é o mais indicado para usuários com pouca experiência ou pouca disponibilidade para lidar com o aspecto mais técnico desse gerenciamento por conta própria. Algo que permite a equipe focar em outras áreas e contribuir mais com a produtividade e desempenho do negócio.

Por outro lado, usuários com maior conhecimento e experiência tendem a optar pelo modelo não gerenciado, já que isso lhes dá total autonomia sobre o servidor. Com o investimento extra de tempo e conhecimento, é possível elaborar sistemas personalizados e ainda mais adequados às suas demandas específicas.

Por conseguinte, a escolha entre um e outro dependerá do porte do seu negócio e dos recursos à sua disposição. Ainda, também é preciso observar se haverá equipe capacitada para lidar com o gerenciamento do dia a dia e resolver imprevistos.

Data Center

Nesse caso, o Data Center é a infraestrutura física do servidor dedicado, o espaço concreto em que fica a máquina que realiza todo o processamento e armazenamento de informações. E é responsabilidade do provedor garantir a sua integridade e funcionamento adequados.

Antes de escolher o provedor, você deve avaliar também quais sãos as especificações desse Data Center, incluindo o tipo de máquinas usadas e os protocolos que vão servir como base para a sua segurança e desempenho. Se houver alguma inconsistência ou outro sinal de problema, então é mais indicado buscar outra alternativa para sua empresa.

Também é bom lembrar que, para poder fazer esse tipo de avaliação, o melhor é contar com um profissional especializado e capacitado. Mais um motivo para investir na captação de capital intelectual para a sua equipe.

Hardware e Software

A combinação do hardware, a parte física do computador, e o software, os programas que ele executa, é o que determina a qualidade e o desempenho das ferramentas digitais. Um hardware avançado ainda pode apresentar desempenho ruim se o software for de má qualidade. E um software avançado não vai alcançar os resultados desejados sem um hardware adequado.

Os servidores seguem o mesmo padrão. Como parte da sua avaliação, também é importante conferir o tipo de hardware e software que costumam ser usados no Data Center para executar os comandos e responder todas as solicitações. Um provedor que trabalha com hardwares e softwares antigos, obsoletos ou incompatíveis entre si não costuma apresentar a performance desejada, o que pode prejudicar o desempenho do seu negócio.

Rede

Ainda mais importante do que a qualidade do hardware e do software é a qualidade da rede de conexão disponível. Afinal, a capacidade do servidor é irrelevante se não for possível acessá-lo remotamente.

Nesse ponto, a primeira coisa a ser avaliada é a qualidade da conexão de internet do provedor e como ela é aplicada ao servidor. Vale a pena realizar alguns testes para determinar o nível de conectividade e se ela atende às suas necessidades.

Pense também em como o limite atual pode afetar o uso do servidor a longo prazo. É sempre bom considerar algumas expansões no serviço e no número de acessos, caso seja necessário lidar com uma demanda maior que o esperado.

Suporte

Ao longo do seu tempo de uso, é bem provável que você tenha alguns problemas com o servidor dedicado, seja por causa de configurações mais complexas ou pequenos erros de conectividade. Qualquer que seja a situação, você precisará entrar em contato com o provedor para resolvê-lo. E, nesse momento, a qualidade do seu atendimento e suporte faz uma grande diferença.

Primeiramente, se o atendimento é muito demorado ou inconsistente, sem um direcionamento claro sobre onde buscar uma solução, então isso já é um mau sinal. E se você já utiliza algum serviço dedicado e os problemas técnicos demoram muito para serem solucionados, então pode ser melhor fazer sua troca o quanto antes.

Relação custo/benefício

Por último, você deve colocar no papel todos os fatores que listamos até agora e comparar quais opções oferecem o melhor retorno em relação ao seu investimento. Mesmo que seja tentador simplesmente optar por aquele que apresenta o preço menor para economizar, ou o maior para conseguir o máximo de funcionalidades, analisar com calma quais opções melhor atendem às suas demandas e como será a melhor forma de maximizar seu retorno.

O servidor dedicado é um dos investimentos mais importantes para maximizar o desempenho de uma empresa. Tanto do ponto de vista da divulgação online quanto da melhor gestão interna. Por isso é importante escolhê-lo com cuidado e entender como ele contribui com seus resultados.

Agora você sabe ainda mais sobre o servidor dedicado, suas vantagens e benefícios ao utilizá-lo e as diferenças importantes com relação a outros tipos de servidor. Para aprender ainda mais, faça o download do nosso e-book!