Como melhorar a experiência do usuário em seu site? Confira 3 dicas

Como melhorar a experiência do usuário em seu site? Confira 3 dicas

É sempre muito bom acessar o Google Analytics e verificar que a audiência do seu site está em alta, não é verdade? Seja qual for a razão da existência da sua página – vendas, geração de leads, institucional – quanto mais visitantes, melhor. O crescimento no volume de visitas não é algo tão simples de ser alcançado. É necessário investir tempo na geração de conteúdo e na correta estruturação do código para atrair visitas orgânicas. Em muitos casos a compra de mídia também é uma opção utilizada.

Porém, quando você observa o número de visitas no Analytics, também precisa ficar ligado em outras métricas: a taxa de rejeição e as principais páginas de saída do site. Ocorre que muitas vezes as pessoas investem tempo e dinheiro na aquisição de visitantes e esquecem de “arrumar a casa” para recebê-los. Resultado: os usuários deixam o site muito rapidamente e os objetivos da página não são alcançados.

Para evitar este problema, você deve sempre procurar melhorar a experiência do usuário no seu site. Aqui vão algumas dicas para que você possa fazer isso.

Arquitetura de Informação

Antes que a interface do seu site seja criada pelos designers, existe uma etapa muito importante do processo de desenvolvimento, muitas vezes não contemplada no projeto: a arquitetura de informação. Ela consiste em um planejamento geral da estrutura e das relações entre as páginas do site para criação de um sistema navegação lógico e intuitivo. Ela é muito importante para orientar o trabalho dos designers, evitando que os elementos sejam distribuídos sem critério ou obedecendo a critérios sem embasamento.

A função do design, de forma geral, está muito relacionada a aspectos como ergonomia e facilidade de uso de um produto, no caso, um site. Mas além destes pontos, para que uma página seja eficiente e alcance seus objetivos, é preciso um planejamento que vai além do design propriamente dito, e envolve aspectos estatísticos e científicos para embasar decisões sobre o layout de cada página e também da navegabilidade do site como um todo. Para isso utilizamos a arquitetura de informação.

Ergonomia

A experiência dos usuários dentro do seu site deve ser o mais confortável possível. Isso colabora para que o visitante possa ficar mais focado no seu conteúdo e mais propenso à conversão. Alguns fatores ergonômicos colaboram diretamente para isso. O conforto na leitura, por exemplo, é essencial. Utilize um layout clean e bem organizado. Use cores de forma equilibrada, ilustre com fotos e mantenha um espaçamento agradável entre as linhas do texto. Evite parágrafos de texto justificado, pois as palavras se transformam em um bloco, o que desestimula a leitura.

Utilize alto-contraste entre as cores. Se o fundo da sua página é branco, utilize texto preto ou outra cor bem escura. Nada de cinza ou outras cores claras. Evite também utilizar um corpo de fonte muito reduzido. Para os textos, 14pt é um bom número. Os títulos devem ser maiores, de acordo com o nível de importância. Seja criterioso na utilização de recursos como o Flash, que não são lidos por todos os dispositivos e dependem de plugins externos para funcionar.Músicas tocando automaticamente, nem pensar.

Facilidade de uso

Sua interface deve ser projetada para ser compreendida pelos mais diversos tipos de visitantes, especialmente no que tange à familiaridade com a internet. A experiência do usuário é algo totalmente particular e pode ter enormes variações. Uma dica é seguir as lições que Steve Krug apresenta em seu livro “Não Me Faça Pensar”, uma referência mundial sobre usabilidade na web. Tudo deve ser tão simples e óbvio quanto possível, para que qualquer ação se torne elementar para usuários de todos os tipos.

Quanto menos o visitante precisar raciocinar para utilizar o seu site, melhor. Você deve analisar os elementos de uma página sob essa ótica, e assim torná-los mais intuitivos. Exemplos:

  • Prefira termos de fácil compreensão à linguagem rebuscada;
  • Utilize frases e parágrafos curtos;
  • Faça com que os menus sejam destacados e facilmente acessíveis;
  • Deixe claro que um link é um link (palavras sublinhadas são diretamente reconhecidas como tal);
  • Não tenha medo de utilizar redundância para elementos importantes da página.

É muito importante não tentar “reinventar a roda” em suas páginas. Convenções (como os links sublinhados) são amplamente reconhecidas e são uma das melhores formas de facilitar a vida dos visitantes. Você também deve definir padrões e mantê-los por todo o seu site, pois isso facilita a compreensão dos elementos.

Estas são algumas formas de tornar melhor a experiência do usuário no seu site. Mas o assunto é extenso e há diversas outras maneiras para isto.

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of