fbpx

Um dos fatores determinantes para uma boa experiência do usuário na internet é a velocidade de carregamento dos sites. Com o dia a dia das pessoas cada vez mais corrido e o acesso mais fácil e ágil, ninguém está disposto a esperar mais do que alguns segundo até uma página carregar. Nesse cenário, o Google, querendo otimizar a experiência do usuário, privilegia em seu tão disputado ranking de buscas, páginas que carregam mais rápido, colocando-as no topo.

Sendo assim, é de suma importância que o administrador do site esteja atento às boas práticas de SEO e os recursos que podem causar a lentidão, como os scripts desnecessários, imagens pesadas, otimização para dispositivos móveis entre outros. Além disso, é importante que você conheça as principais ferramentas que permitem a verificação do desempenho e da velocidade de seu site em diferentes dispositivos.

Quer saber como melhorar o desempenho de seu site e conhecer as ferramentas que permitem a avaliação do desempenho? Continue lendo!

Como melhorar o desempenho do seu site?

Entenda quais são os detalhes que somados podem fazer o seu site se tornar bem mais rápido, retendo os visitantes e melhorando as suas posições no Google. São dicas sutis, mas que podem fazer a diferença.

Otimize o seu código

Apesar de ser cada vez mais raro as pessoas criarem sites do zero — desenvolvendo todo o código HTML, CSS, JavaScript, PHP e outras linguagens — essa dica é bastante importante. A remoção de todo código HTML desnecessário e a inserção do JavaScript para ser carregado por último na página potencializa bastante o desempenho.

Algumas ferramentas que permitem a redução de recursos HTML, CSS e JavaScript são:

Otimize as imagens

Muita gente desconhece a necessidade de tratar uma imagem antes de colocá-la em um site e acaba inserindo no tamanho original, quase sempre muito grande e pesada. Mesmo que você não entenda de manipulação de imagens, aplicações como o Adobe Photoshop têm a opção “salvar para web”, que faz os ajustes para reduzir o peso da imagem, sem perder qualidade.

Seja seletivo ao usar um CMS

Quando for utilizar um CMS, como o WordPress e Joomla, não escolha um tema apenas pela estética. Pense na usabilidade do visitante e no carregamento. Sendo assim, escolha um tema mais simples e funcional — temas muito robusto pode trazer arquivos CSS e JavaScript em excesso. Seja criterioso na inserção de plugins e widgets, pois eles também podem pesar a página.

Utilize o cache como prática do site

Outra forma que pode ajudar no aumento da velocidade de sua página é a utilização do cache, que reduz a necessidade de recarregamento do site completo a cada mudança de página. Dessa forma, os elementos estáticos se mantêm carregados e somente só elementos novos são inseridos.

Utilize um CDN

O CDN — Content Distribution Network — permite que um site seja hospedado em servidores ao redor do mundo e entrega para o usuário a cópia mais próxima geograficamente dele.

Crie um site responsivo

A otimização de sites para dispositivos móveis não é uma tendência ou uma dica, é uma necessidade real, tanto para SEO quanto para ter credibilidade perante os usuários. As pessoas não sabem mais o que é acessar uma página não responsiva. Se a sua página não for amigável para dispositivos móveis, há grandes chances dele estranhá-la e pular para a próxima que ofereça o mesmo conteúdo.

Escolha uma hospedagem adequada

A forma como o seu site está hospedado pode interferir no desempenho dele. Em uma hospedagem compartilhada, por exemplo, há uma divisão de recursos no servidor entre os clientes. Além disso, os problemas e ataque sofridos em um dos sites hospedados pode interferir em outro, causando uma instabilidade por tabela, em um “efeito dominó”.

Com uma hospedagem dedicada, você passa a ter exclusividade no servidor, para fazer as configurações necessárias para ter o melhor desempenho de seu site, sem se preocupar com problemas de instabilidade e segurança de terceiros.

Quais são as principais ferramentas para medir o desempenho do site?

Agora que já sabemos as principais estratégias para melhorar o desempenho do seu site vamos conhecer as ferramentas que permitirão que você avalie esse desempenho. São ferramentas criadas pela Google que vem ao encontro e melhorar o ambiente online sempre pensando no usuário. Confira!

PageSpeed Insights

Ferramenta voltada para testes de velocidade, o PageSpeed Insights, é uma ferramenta do Google disponibilizada gratuitamente para os desenvolvedores. Para fazer esse teste, basta que você insira a URL do seu site, ou qualquer outro, que a plataforma traz uma pontuação de 0 a 100, tanto para a versão desktop quanto para o mobile.

O painel traz um diagnóstico completo que mostra os elementos que prejudicaram o desempenho, dando dicas do que pode ser melhorado. Quanto mais próxima de 100 for sua nota, menos itens você terá que corrigir.

Lighthouse

O Lighthouse é um programa de código aberto oferecido pelo Google que tem como objetivo auditar sites da web, que pode ser utilizado como ferramenta de linha de comando ou como uma extensão do Google Chrome.

O objetivo da aplicação não se limita a velocidade, mas a todos os aspectos de qualidade do site. Para fazer a audição do site, basta que o usuário insira a URL escolhida e a plataforma apresentará uma pontuação com dicas de melhorias para cada quesito analisado:

  • performance;
  • acessibilidade;
  • melhores práticas;
  • SEO;
  • Progressive Web Apps.

GTmetrix

O GTmetrix é uma aplicação que permite ao usuário medir a velocidade de seu site e, assim como os demais, após fazer uma análise da página ela recebe uma pontuação percentual de acordo com a velocidade, tempo de carregamento e o tamanho total do site. Há também a exibição das médias de mercado a título de comparação.

Pingdom

Uma das mais populares ferramentas de testes em sites, o Pingdom é muito utilizado pela comunidade WordPress. Diferentemente das outras soluções, o Pingdom é uma ferramenta paga que disponibiliza um período de testes de 14 dias.

É uma plataforma bastante completa em que as análises são feitas em várias partes do mundo, entregando relatórios sobre a disponibilidade, desempenho das transações e velocidade de carregamento das páginas. A ferramenta também indica as melhorias que podem ser feitas para corrigir eventuais erros.

Esperamos que, após a leitura deste post, você possa melhorar o desempenho de seu site. Esse ganho desempenho começa na base do site, que é o ambiente em que ele está hospedado, ou seja, no servidor. Um bom servidor dedicado pode oferecer a melhor performance para o seu site, reduzindo a instabilidade e garantindo uma maior personalização de configurações. A ValueHost oferece ótimas opções de servidores dedicados que atenderão a demanda e seu site com excelência.

Gostou do post? Quer saber como contar com os servidores dedicados da ValueHost em seu site? Entre em contato conosco e descubra como.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.