fbpx
Dedicado Hospedagem

Guia completo do Virtual Private Server: confira!

Com a transformação digital tomando conta de empresas de todos os portes e segmentos, a busca por servidores que garantam o desempenho e segurança de dados é uma preocupação cada vez maior. Para fazer essa escolha de maneira correta é importante conhecer os diferentes tipos de servidores, pois cada uma apresenta especificidades em relação a personalização, exclusividade de recursos, privacidade, etc.

Neste guia, vamos conhecer um modelo de servidor que vem ganhando cada vez mais espaço, o VPS — Virtual Private Server — que se beneficia da evolução da virtualização para transformar um servidor robusto em vários servidores virtuais, que conseguem trabalhar de forma isolada e segura.

Quer conhecer todos os detalhes a respeito dos servidores virtuais privados? Então, este guia foi feito para você. Confira!

O que é VPS?

Como sabemos, VPS é a sigla para Virtual Private Server, ou Servidor Virtual Privado, em português. Esse modelo de servidor simula o ambiente do servidor dedicado, dentro de um ambiente que abriga vários outros VPS, sem que um interfira no desempenho e segurança do outro. Para isso, o VPS utiliza uma poderosa tecnologia de virtualização, com a utilização de um hipervisor — responsável por dividir um servidor poderoso em vários servidores virtuais.

A hospedagem VPS está se popularizando pelo fato de geralmente ser mais barata do que a hospedagem dedicada, mas oferece melhor confiabilidade, segurança e desempenho do que a hospedagem compartilhada.

Além disso, os usuários obtêm acesso root ao servidor, o que garante uma maior liberdade de instalar aplicativos e fazer alterações no ambiente sem precisar passar pelo provedor de hospedagem, como faria com a hospedagem compartilhada.

Esse modelo de servidor tem sido bastante adotado por provedores de SaaS, criadores de jogos, programadores, empresas que demandam mais do que a hospedagem compartilhada pode entregar e qualquer empresa que precise de um ambiente de backup seguro e acessível.

Como funciona a hospedagem VPS?

Como sabemos, um servidor é um computador no qual seu host armazena os arquivos e bancos de dados necessários para o funcionamento de seu site. Sempre que um visitante deseja acessar seu site, o navegador envia uma solicitação ao seu servidor, que transfere os arquivos necessários pela internet.

A hospedagem VPS oferece um servidor virtual que simula um servidor físico, porém, na realidade, a máquina é compartilhada entre vários usuários. Usando a tecnologia de virtualização, seu provedor de hospedagem instala uma camada virtual na parte superior do sistema operacional (SO) do servidor. Essa camada divide o servidor em partições e permite que cada usuário instale seu próprio SO e software.

Portanto, um servidor virtual privado (VPS) é virtual e privado porque você tem controle total, ou seja, ele é separado de outros usuários do servidor no nível do sistema operacional. A execução de um VPS permite configurar seu site em um contêiner seguro com recursos garantidos (memória, espaço em disco, processamento etc.) que você não precisa compartilhar com outros usuários. Com a hospedagem VPS, você tem o mesmo acesso root como se tivesse um servidor dedicado, mas com um custo muito menor.

Como o VPS se compara à hospedagem compartilhada e hospedagem dedicada?

Para realmente entender como o VPS funciona, é importante compará-lo aos modelos de servidor de hospedagens mais utilizados atualmente. Aqui está um breve detalhamento das diferenças entre hospedagem WordPress, compartilhada, dedicada e VPS .

Hospedagem WordPress

A hospedagem WordPress é um serviço oferecido especificamente para proprietários de sites que utilizam esse CMS. Ele vem com vários recursos relacionados ao WordPress que facilitam o gerenciamento, como instalação com um clique, plugins pré-instalados ou uma interface de linha de comando WP

Isso significa que esses servidores são configurados para as necessidades desse perfil de usuário. É comum que os provedores de hospedagem ofereçam hospedagem WordPress como parte de seu serviço de hospedagem compartilhada, mas já há planos vinculados a servidores dedicados.

Embora também seja possível configurar um site WordPress em um servidor virtual privado, você não pode obter acesso aos servidores personalizados que foram configurados com o WordPress em mente. No entanto, se você ainda escolher o VPS para o seu site WordPress, poderá configurar e configurar seu ambiente de hospedagem de acordo com suas necessidades de negócios.

Hospedagem Compartilhada

A hospedagem compartilhada é a forma mais popular de hospedagem na web e funciona bem para os administradores de sites iniciantes. Ao adquirir um plano desse tipo de hospedagem, você compartilha recursos importantes como CPU, RAM e espaço no disco rígido com outros proprietários de sites usando o mesmo servidor.

Apesar de suportar bem sites e aplicações web que não demanda recursos complexos, e, por ser compartilhado, ter um custo mais baixo do que os demais modelos, existem algumas desvantagens na hospedagem compartilhada, principalmente porque você não está em um ambiente exclusivo.

Por exemplo, se outra pessoa em seu servidor compartilhado tiver um grande pico de tráfego, isso poderá afetar o desempenho do seu site. No entanto, se você está apenas começando seu site e não tem um grande volume de tráfego, a hospedagem compartilhada é uma ótima maneira de ficar online!

Hospedagem Dedicada

A hospedagem dedicada é o oposto da hospedagem compartilhada. Em vez de agrupar e compartilhar recursos, e os custos, com outros proprietários de sites, você tem um servidor dedicado reservado apenas para seu site.

Por ser uma solução exclusiva acaba sendo mais caro do que as demais opções, mas você obtém 100% de controle sobre seus recursos e pode personalizar o software para atender às suas necessidades. Esse tipo de pacote de hospedagem é melhor para sites com demandas técnicas robustas. Por exemplo, a hospedagem dedicada pode ser adequada para você se:

  • você está recebendo grandes quantidades de tráfego todos os dias;
  • você precisa instalar seu próprio sistema operacional;
  • você está lidando com milhares de transações financeiras;
  • seu site requer software personalizado.

Hospedagem VPS

Como podemos perceber, a hospedagem VPS é um meio termo entre compartilhada e dedicada. Ao escolher o VPS, haverá outros sites hospedados no mesmo hardware que o seu.

Porém, o seu site é o único domínio alocado para seu compartimento virtual específico. E isso significa que você obtém seu próprio sistema operacional, armazenamento dedicado, CPU de alto desempenho, RAM escalável e largura de banda ilimitada.

Com um VPS, você obtém muitos dos benefícios de um servidor dedicado — por um preço acessível. Em suma, a hospedagem VPS pode lhe dar mais retorno pelo seu investimento.

Como saber se minha empresa precisa de um VPS?

Essa é uma grande questão que se impõe aos gestores que já trabalham com outros tipos de servidores e que acham que está na hora de dar um passo além. Embora não existe um padrão que indica o tipo de servidor que você deve adotar, há alguns sinais que podem indicar que sua empresa necessite de um VPS. Veja abaixo quais são.

Quando o seu site precisa de mais segurança

Se você precisa de recursos de segurança aprimorados, recursos avançados de monitoramento, mais espaço de backup, confiabilidade aprimorada do site — por exemplo, quando começa a aceitar métodos de pagamento on-line em sua página — considere o VPS. Com o VPS, você obtém recursos confiáveis ​​e pode contar com recursos de segurança de alto nível .

Quando o seu site cresce e passa a receber alto volume de tráfego

Se o seu site ainda está “engatinhando” e não recebe muito tráfego, a hospedagem compartilhada pode ainda ser uma boa solução. No entanto, se o público do seu site estiver crescendo de forma consistente, antes que esse crescimento afete o seu desempenho, talvez seja o momento de considerar a atualização.

Não corra o risco de ficar com o site lento ou, pior ainda, de ter o seu servidor travado porque não consegue lidar com o tráfego. Se você prevê um aumento de visitantes, faça um favor a si mesmo e mude para o VPS.

Quando o seu site está passando por problemas de desempenho

A hospedagem compartilhada não se destina a sites que usam grandes quantidades de RAM. À medida que seu site cresce e você adiciona mais e mais conteúdo, é provável que comece a perceber uma redução no tempo de carregamento de suas páginas.

Quando isso acontecer, é um indício de que você está ultrapassando os seus limites e o resultado desse problema de desempenho pode representar uma queda acentuada no número de visitas.

Com a facilidade de acesso atual e a concorrência cada vez maior, os visitantes não estão dispostos a ficar esperando muito tempo até uma página carregar. Nesse cenário, a atualização para um VPS permitirá que você dimensione seu site sem ter que se preocupar com quedas bruscas de desempenho.

Quando você cria um e-commerce

No momento em que você passa a administrar uma loja online, lidando com muito mais funcionalidades, recursos e necessidade de segurança, se ainda trabalha com hospedagem compartilhada, esse é o momento em que deve atualizar seu plano de hospedagem.

Por quê? Porque com o VPS você tem um servidor virtual seguro e dedicado que aumentará as suas chances de passar em um teste de conformidade com PCI. O Padrão de Segurança de Dados do Setor de Cartões de Pagamento foi estabelecido pelas principais marcas de cartões de crédito para proteger contra roubo de dados do titular do cartão.

Se você está aceitando cartões de crédito em seu site por meio de um gateway de pagamento, você deve fazer o máximo possível para garantir a segurança das informações financeiras de seus consumidores. Como o VPS é mais seguro que a hospedagem compartilhada, é a melhor opção para sites de comércio eletrônico.

Além de garantir a integridade das informações de seus clientes, evitando que seus dados caiam em mãos erradas, você estará resguardando a credibilidade de sua empresa, ao mesmo tempo que se protege contra as sanções da LGPD — Lei Geral de Proteção de Dados.

Quando você precisa instalar um software personalizado

A hospedagem compartilhada é ótima para proprietários de sites que desenvolvem seu site com WordPress ou outros CMS . No entanto, se você chegar ao ponto em que precisa instalar um software personalizado, usar uma configuração de servidor personalizada ou se envolver em qualquer outra programação avançada, precisará de uma opção de hospedagem que ofereça mais controle.

Da mesma forma, vários programas padrão de impostos, cobrança, contabilidade e outros programas integradores exigem disponibilidade de servidor 24 horas por dia, bem como internet de alta velocidade. Para executar esses aplicativos com sucesso, você precisará de um VPS ou uma conta de hospedagem dedicada.

Se você opera em um servidor compartilhado, provavelmente já sabe que as ações avançadas são proibidas ou que os aplicativos nem sempre têm o suporte necessário para funcionar corretamente. Em vez de lidar com esse possível problema, atualize para a hospedagem VPS e obtenha imediatamente mais controle sobre suas ações de programação.

Quando se depara com erros recorrentes de servidor

Você encontra erros de “Serviço indisponível”, algum erro 50X ou o “Erro de servidor interno” com frequência? Se você está recebendo esses erros, é bem provável que seus clientes também estejam.

Embora você possa solucionar problemas de tempo de inatividade, em plena transformação digital, com usuários exigentes, não há espaço para erros de servidor se para quem mantém um negócio online. Previna esse problema atualizando para o VPS.

Quando você precisar evoluir, mas está com um orçamento apertado

Embora seja verdade que um plano de hospedagem dedicado resolva muitos dos problemas desta lista, é importante lembrar que um plano dedicado é uma opção mais cara. Se você precisa melhorar sua largura de banda, aumentar sua segurança e obter mais RAM e está com o orçamento apertado, o VPS surge como a opção mais acessível e que vai entregar tudo o que necessita no momento.

Quando o seu negócio é a criação e manutenção de sites de terceiros

Você é um desenvolvedor de sites que trabalha criando e administrando sites de vários clientes? Com um VPS, você pode hospedar um número ilimitado de domínios ao mesmo tempo em que garante que tem RAM suficiente para que cada site funcione corretamente.

Como escolher um bom provedor de servidor VPS?

Agora que já entendemos o que é servidor VPS, como funciona e os detalhes que precisamos saber sobre a hora certa de adotá-lo, vamos entender como fazer a escolha de um bom provedor, afinal, ele será o seu parceiro de negócios. Veja abaixo os detalhes.

Defina se você necessita de um servidor gerenciado ou não

A primeira coisa que você deve definir na hora de escolher o seu provedor é se você tem condições de cuidar de todos os detalhes relacionados ao servidor ou se quer focar apenas na criação e gestão de sua aplicação web. Em suma, a grande questão é se você precisa de um VPS gerenciado ou não.

O que é um VPS gerenciado?

Um VPS gerenciado utiliza um software de administração de servidor pré-instalado em um sistema operacional predeterminado. Geralmente é o cPanel, o software de administração de sistema (sysadmin) mais popular atualmente, em um servidor CentOS. Isso às vezes é chamado de hospedagem VPS cPanel.

WebHost Manager (WHM) é o aplicativo que gerencia um grupo de contas cPanel. A capacidade de separar sites e aplicativos entre contas cPanel atende a vários casos de uso:

  • desenvolvedores freelancers “revendendo” serviços de hospedagem na web;
  • agências de web design que oferecem hospedagem na web com serviços de desenvolvimento web.

Existem empresas de hospedagem na web Linux que usam Plesk, DirectAdmin ou Virtualizor.

E o VPS não gerenciado?

Aqui não há software pré-instalado para gerenciar o VPS, que não está restrito a um único aplicativo e SO. As tarefas de gerenciamento do servidor principal agora são de sua responsabilidade. Esse modelo de servidor requer menos recursos para pressionar e manter, massa para mantê-lo, você terá que contar com habilidades avançadas em:

  • Interface de linha de comando do Linux (CLI);
  • Secure Shell (SSH);
  • Informações de segurança e gerenciamento de eventos (SIEM);
  • Gerenciamento de software de servidor Web (por exemplo, Apache, NGINX, Lighttpd);
  • Recuperação de desastres (DR), especificamente backup e gerenciamento em tempo real.

Por esses motivos, geralmente é recomendado apenas para usuários capacitados e dispostos a resolver quaisquer problemas específicos de seu VPS. Dito isto, a escolha do não gerenciado possibilita uma maior personalização e controle sobre o sistema e é frequentemente preferido por desenvolvedores da Web e administradores de sistema experientes.

Avalie a confiabilidade e tempo de atividade

Verifique e compare quanto tempo de atividade seu provedor de hospedagem está prometendo e se realmente está entregando esses resultados aos seus clientes. Para isso, além de verificar em sites de opinião, redes sociais e em contato diretos com os clientes do provedor, é possível fazer testes grátis para avaliar se os serviços são realmente de qualidade.

Lembrando sempre que o índice de uptime ideal de um provedor deve sempre estar na dasa dos 99%. Mas porque o índice de uptime é tão importante? Porque ele indica o tempo em que o site permanece no ar, ou seja, disponível para acesso. Como as pessoas podem acessar a internet em qualquer horário, o ideal é que esse índice permaneça o mais próximo possível dos 100%

Avalie o custo benefício

Na hora de escolher o seu provedor não pense apenas em preço, mas em custo benefício. primeiro, você precisa definir os recursos VPS que precisa para servir seu site. Somente depois de decidir sobre esse aspecto, você deve comparar e escolher o host que oferece o melhor negócio — não o preço mais baixo, mas o que entregue o que você precisa e que ofereça um preço que você consiga pagar.

Aquele ditado batido de que “o barato pode sair caro” não é apenas uma frase de efeito. Quando você escolhe um serviço baseado apenas no preço, sem avaliar questões de qualidade, como suporte e índice de disponibilidade, pode acabar tendo muita dor de cabeça, que farão o preço baixo não compensar.

Imagine só você criar um projeto de ecommerce, com pacote gráfico, layout, produtos escolhidos a dedo, funcionalidades especiais e, quando coloca o site no ar, ele apresenta uma série de instabilidades em plena Black Friday. Tudo isso porque você, na intenção de economizar, escolheu o provedor mais barato sem analisar outros detalhes. A quantidade de dinheiro que perderia faria o preço desse provedor ficar caríssimo.

Por isso, seja prudente e pense na balança a qualidade do serviço e o preço para chegar a um denominador em que você consiga receber um serviço de qualidade pagando um valor justo. Além disso, escolha o host que pode oferecer uma avaliação gratuita.

Defina o sistema operacional que irá utilizar — Window or Linux

Essa escolha depende inteiramente de você e de como o seu site está estruturado. Por exemplo, se seus sites são baseados em MySQL ou PHP, é melhor escolher um serviço de hospedagem VPS baseado em Linux. Caso seus sites sejam baseados na tecnologia Microsoft SQL Server ou ASP.Net, é melhor optar pelo Windows.

Analise o suporte ao cliente

Um ponto de suma importância é entender que a compra de um serviço não é a solução definitiva. Você também precisa ver se o atendimento ao cliente está pronto quando você mais precisa.

Nesse cenário, aconselhamos que você verifique cuidadosamente se o suporte ao cliente do seu provedor de hospedagem VPS preferido, analisando se eles têm uma base de conhecimento abrangente e estão operando 24 horas por dia.

A equipe técnica deve ser capaz de ajudar/resolver seu problema por telefone ou chat e demais canais digitais, mesmo em horários alternativos. Mais uma vez ressaltamos a necessidade de fazer o teste gratuito, pois assim você conseguirá avaliar as qualidade e defeitos de seu provedor, incluindo o suporte, de maneira prática.

Esperamos que nosso guia completo e elaborado sobre virtual private server, o VPS, tenha ajudado a tirar as suas principais dúvidas sobre esse ambiente. Se você estava procurando informações sobre servidores de hospedagem ou planejava mudar para o VPS, tenho certeza que você não é mais um amador nesse assunto. Tão importante quanto escolher um bom plano de hospedagem VPS é escolher um bom provedor, pois ele estará junto com você nessa jornada e precisa ter a estrutura para garantir o seu sucesso.

Gostou do post? Ele ajudou a fazer sua escolha? Quer começar hoje mesmo a testar gratuitamente um VPS para alavancar os seus resultados e ampliar o desempenho de sua aplicação web? Entre em contato conosco e conheça os nossos diferenciais.08