Entenda o que é e para que serve um CMS (Content Management System)

Entenda o que é e para que serve um CMS (Content Management System)

Você entende o que é CMS e quais são os benefícios em utilizar esse tipo de ferramenta?

Seja para criar sites, lojas virtuais, eventos ou portfólios na web, não se discute o fato de que, ao adotar essa tecnologia, será possível desenvolver soluções fantásticas e absolutamente profissionais.

Estabelecidos sobre um conjunto de funções que visam facilitar a vida dos desenvolvedores, os CMS permitem criar e gerenciar conteúdos na internet de forma simples e prática, não interpondo a necessidade de conhecimentos em programação.

Antes dos CMS, os únicos capazes de publicar e manter conteúdos no ar eram os programadores web avançados.

Por esse motivo, preparamos este post para desvendar tudo o que você precisa compreender sobre o assunto. Continue conosco e confira esta leitura que esperamos merecer toda a sua atenção!

Afinal, o que é CMS?

Do inglês “Content Management System“, ou do português, Sistema de Gerenciamento de Conteúdo, um CMS pode ser entendido como um aplicativo computacional para criar ou, como o nome sugere, gerenciar conteúdo digital.

Isso é feito por meio da adição, edição e exclusão de informações em um website, por exemplo.

Vale ressaltar que esse tipo de sistema é utilizado por grande parte das maiores organizações do mundo e o motivo para isso é bastante claro: os CMS apresentam todas as funcionalidades e possibilidades (extensões) necessárias para a criação de um excelente site ou portal na internet.

Quais são as suas funções?

Agora você já sabe o que é CMS, portanto, vamos às suas funções. Para ser considerado como tal, ele deve conter ao menos essas:

  • autenticação de usuário;
  • serviços básicos de biblioteca (controle de versões e check-in/check-out);
  • suporte para múltiplos papéis;
  • atribuição de permissão;
  • fluxo para criação, revisão e aprovação de conteúdo;
  • base de apoio para dispositivos, como tablets e smartphones;
  • suporte para canais, como Facebook, Twitter e Linkedin;
  • gestão multisite e multilíngue.

Entretanto, para garantir um conteúdo dinâmico, consistente e personalizado, de acordo com todos os canais e exigências do usuário, são necessárias funcionalidades extras que transformem um CMS em um nível corporativo, como:

  • ​capacidade de comunicação com tecnologias adjacentes (análises web, gestão de recursos e automação de força de trabalho);
  • integração com comércios digitais, redes sociais e softwares de portal;
  • funções para o gerenciamento de mudanças, templates, workflow e conteúdos em geral;
  • suporte em tempo real de personalização.​

Quais são os principais CMS existentes?

Para dar sequência, mostraremos a seguir os principais CMS existentes. Dentre eles estão:

WordPress

Indiscutivelmente o CMS mais popular de todos, o WordPress é utilizado por mais de 75 milhões de pessoas ou empresas. Inicialmente associado aos blogs, hoje, sua utilização permite criações de sites complexos e funcionais, independentemente do tipo de ideia ou negócio.

Gratuito para download e com uma enorme comunidade de desenvolvedores por trás dele, não se pode negar que o WordPress é o CMS número 1 no que se refere ao desenvolvimento de websites.

Encontrar documentações e tutoriais para auxiliar nos processos de criação e gestão de conteúdos não é nada difícil, pelo contrário, você encontrará tudo o que precisa para construir um site de visual limpo, moderno, seguro e totalmente funcional.

O painel de administração é completo, intuitivo e amigável. Isso sem falar nos seus milhares de plugins, disponíveis por meio de uma biblioteca acessível por meio do próprio WordPress.

Cabe salientar, também, a infinidade de temas/templates para escolher como a base de criação para o seu site. As opções são inúmeras e podem ser pagas ou gratuitas.

Joomla

O próximo CMS da lista é Joomla. Organizações proeminentes, como MTV, Harvard University e IHOP são apenas alguns dos seus utilizadores: o Citibank o emprega para as redes back-end.

Com um longo histórico de desenvolvimento, bem como um amplo time de usuários e colaboradores, o Joomla também tem uma grande variedade de temas e plugins. Contudo, nada comparado ao WordPress.

Drupal

Outro CMS muito conhecido é o Drupal, o qual que tem sido usado por uma série de empresas, incluindo a Popular Science, o New York Observer, a Fast Company, o MIT e outras tantas.

Com uma comunidade ativa, diversos fóruns e, até mesmo, alguns eventos presenciais, o Drupal está constantemente sendo aprimorado e atualizado. A documentação apresenta tudo o que você precisa saber sobre instalação, criação de sites, módulos e muito mais.

Entretanto, o sistema de temas é bastante complicado quando comparado ao que oferece o Joomla e o WordPress. Em outras palavras, ele perde em requisitos, como funcionalidades e simplicidade, sendo indicado apenas para os blogueiros e/ou criadores de sites mais avançados.

Quais os maiores benefícios de utilizar um CMS?

Neste artigo sobre o que é CMS, não poderíamos esquecer dos benefícios em utilizar esse tipo de solução. As principais são:

  • facilidade para criar conteúdos (incluindo áreas, menus);
  • facilidade para atualizar e editar artigos, banners, imagens etc;
  • infinitas funcionalidades, sobretudo no WordPress (integração de vídeos, podcast, disparador de e-mail marketing, enquetes, galerias de imagem, gerenciador de downloads para os visitantes);
  • eficiência em relação à velocidade de carregamento das páginas/sites;
  • construção otimizada para o bom posicionamento nos motores de busca (Google, Yahoo e Bing);
  • flexibilidade no desenvolvimento (adequado a todas as necessidades);
  • baixo custo de manutenção;
  • milhares de recursos extras à disposição.

Como escolher o CMS ideal para o seu site?

No que diz respeito à escolha do CMS para o seu site, é nítido que, entre os três sistemas listados aqui, o WordPress é o candidato ideal para o seu negócio.

Suas vantagens diante dos demais são claras, seja para a criação de blogs/sites pessoais ou corporativos.

No entanto, mesmo com todas as suas funcionalidades, possibilidades e facilidades de uso, o recomendado é ter uma equipe especializada para cuidar e manter essa ferramenta (interna ou externa).

Por fim, lembre-se que seja para qual for a sua necessidade em termos de sites ou portais na internet, um CMS lhe permitirá fazer tudo o que você deseja.

Gostou do post? Após a compreensão sobre o que é CMS, que tal continuar conosco e descobrir, ainda, 4 formas de começar o seu negócio na internet com o WordPress?

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notify of