CPanel: entenda o que é e como utilizar em sua hospedagem

CPanel: entenda o que é e como utilizar em sua hospedagem

Usado para realizar uma série de tarefas relacionadas à hospedagem dos sites e aplicações, o cPanel tem uma interface amigável e de fácil entendimento, resistindo com sucesso ao teste do tempo e com uma comunidade bastante ativa por trás dele.

Esse é apenas um dos motivos que o fazem ser tão popular, pois existem tantos utilizadores dispostos a auxiliar que é possível superar quaisquer problemas ou dificuldades que possam surgir durante o seu uso.

Seja em um nível iniciante ou profissional, todos conseguirão se adequar ao cPanel. Neste artigo, especificamente, vamos abordar os principais pontos em relação a ele. A leitura é importante merece toda a sua atenção.

O que é o cPanel?

De forma clara e objetiva, o cPanel nada mais é do que um painel de controle, desenvolvido exclusivamente para a utilização em planos de hospedagem de sites — o termo “cPanel” é uma abreviação da nomenclatura “control panel”.

Entretanto, a terminologia em si é uma marca registrada pela organização que a criou — que, por sua vez, leva o mesmo nome até hoje: cPanel Inc. Licenciado para uso das empresas de hospedagem, o sistema é completo e baseado na web, utilizado para gerenciar servidores Linux ou Windows.

Ao contratar um serviço de hospedagem, o provedor em questão o disponibilizará de modo a permitir que você gerencie nomes de domínio, bancos de dados, versões do PHP, endereços de e-mail e praticamente todos os outros aspectos de um servidor web.

O cPanel foi lançado em 1997, ganhando rápida popularidade entre empresas e usuários. Nos dias de hoje, quando falamos de hospedagens, esse é o painel de controle mais usado no mundo.

De acordo com os seus criadores, um novo domínio é publicado na internet por meio dele a cada 6 segundos.

Para que serve essa ferramenta?

Por meio de uma interface simples e intuitiva, o cPanel, como acabamos de falar, permite gerir e realizar inúmeras alterações no servidor de hospedagem de quem o está utilizando, incluindo:

  • criação de contas de e-mail;
  • criação de bancos de dados;
  • inclusão de novos domínios;
  • publicações de sites;
  • envio e gestão de arquivos para o servidor, entre outros.

Em resumo, é para isso que ele serve.

Quais são as funções disponíveis nesse painel de controle?

São muitas as funções disponíveis no cPanel. A ferramenta é disponibilizada em diversas línguas, inclusive em português.

Embora o inglês seja uma obrigação para os profissionais de TI, para gerenciá-lo não será preciso ter esse conhecimento e nem mesmo uma “exagerada” qualificação técnica.

De uma maneira ou outra, entre as funcionalidades possíveis estão:

  • configurar respostas automáticas para e-mails recebidos;
  • gerenciar DNS, domínios e subdomínios;
  • fazer o backup total do conteúdo;
  • bloquear IPs específicos (isso evita que determinados usuários tenham acesso ao site);
  • bloquear remetentes indesejados (contas de e-mail);
  • criar áreas restritas (protegidas por senha no próprio diretório do site);
  • customizar as páginas de erro;
  • alterar as senhas de acesso ao FTP e ao painel de controle;
  • gerir o FTP;
  • gerenciar os arquivos (sendo possível carregá-los, movê-los, nomeá-los e apagá-los dos diretórios sem ser preciso utilizar o FTP);
  • proteger os conteúdos usando hotlinks;
  • verificar a disponibilidade de armazenamento no disco do servidor (conforme o contrato da conta);
  • gerenciar as estatísticas de acesso;
  • administrar os bancos de dados via web (phpMyAdmin);
  • controlar a configuração da conta padrão para o recebimento de todos os informes relacionadas a um certo domínio.

Vale deixar claro que o módulo WHM (que veremos logo a seguir) é diferente do cPanel, que projetou as suas funções para os administradores e/ou revendedores de serviços de hospedagem web.

Como utilizá-lo?

No que corresponde à utilização, o cPanel pode ser acessado por meio do seu próprio navegador. Para isso, basta digitar qualquer uma das três alternativas abaixo:

  • http://dominio-do-seu-site/cpanel;
  • http://dominio-do-seu-site:2082;
  • http://dominio-do-seu-site:2083 (quando uma porta segura e criptografada estiver sendo utilizada).

Digitado a URL em questão, o navegador abrirá uma nova janela solicitando um login e uma senha de acesso, que são fornecidos pelo provedor da hospedagem. Ao completar os campos, você terá acesso à página do cPanel.

Módulo WHM

Para os clientes que contratam um plano de revenda em um serviço de hospedagem ou para os administradores do servidor, além do acesso ao cPanel é providenciado também o ingresso ao módulo WebHost Manager (WHM).

Por intermédio desse módulo, os revendedores poderão:

  • delinear os planos de hospedagem;
  • criar contas;
  • habilitar e desabilitar recursos no cPanel (os clientes serão avisados);
  • definir que trabalhos serão feitos (orientando-se nos planos contratados);
  • gerenciar zonas de DNS e muito mais.

Cabe salientar que os clientes dos fornecedores terão acesso ao cPanel mediante uma conta contratada por eles junto à revenda — isso quer dizer que eles não serão admitidos ao módulo WHM.

Qual é a relação do cPanel com o servidor dedicado?

Depois de tudo o que falamos até aqui, fica fácil entender que a relação do cPanel com o servidor dedicado é bastante íntima.

Por ser a ferramenta que atua como o seu painel de controle, ela permite também a verificação das estatísticas de acesso, reunindo múltiplas informações acerca do desempenho do site ou aplicativo, como:

  • volume do tráfego de acesso;
  • visitas;
  • sistema operacional dos visitantes;
  • ficheiros visitados (e seus respectivos tipos) etc.

As vantagens de utilizá-los são muitas. Se você ainda tem alguma dúvida, veja a seguir quais são os benefícios obtidos:

Suporte amplo e completo

O suporte é facilmente acessível a todos, repleto de excelentes tutoriais que o ajudarão a resolver qualquer dúvida ou contratempo relacionado à utilização.

Facilidade de uso

Mesmo sem experiência ou conhecimento técnico, todos os usuários serão capazes de usar o cPanel.

Aceitação de mercado

Esse é o principal painel de controle para os serviços de hospedagem, contando com uma ampla rede de profissionais em todo o mundo — inclusive no Brasil.

​Para concluir, é importante que você verifique se o provedor da hospedagem que você está pensando em contratar conta com o cPanel. Para isso, basta verificar no seu site quais são os painéis de controle disponibilizados aos clientes.

Gostou de saber um pouco mais sobre o cPanel? Então assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos como este diretamente na sua caixa de e-mails!

1
Deixe um comentário

avatar
0 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of