fbpx

O mundo dos servidores está em constante mudança e em constante evolução. Com o aprimoramento da tecnologia e o crescente número de ameaças à segurança, é impossível se preparar para tudo. No entanto, respondendo às perguntas certas e tendo um plano de tecnologia ágil, as suas necessidades de servidor devem ser atendidas. A solução hospedada escolhida é, por excelência, a espinha dorsal de suas operações digitais nos seus negócios.

Avalie as suas necessidades sem sucumbir à isca de vendas de pagar demais por recursos não utilizados. Não tente extrair o desempenho de uma solução com o preço correto agora, mas que não escalará mais tarde. Quando chega a hora de colocar seus aplicativos e a carga de trabalho na nuvem, a consideração inicial é, geralmente, selecionar um servidor virtual ou um servidor dedicado físico.

Neste artigo, examinamos os dois modelos para que você possa tomar uma decisão informada sobre qual é o melhor para o seu negócio. Confira!

Powered by Rock Convert

O servidor virtual privado

Um servidor virtual privado — mais conhecido por VPS — hospeda as informações de muitos clientes em uma única máquina física. Mas, ao contrário da hospedagem compartilhada, ele usa um hipervisor para separar os inquilinos.

VPS significa Virtual Private Server, pois todos os clientes no servidor aparecem como se estivessem em uma máquina dedicada separada. Ele simula esse ambiente, reduzindo recursos e custos.

Esses modelos de servidores diferem dos compartilhados por meio do software e da sua disponibilidade de recursos, embora a estrutura de ambos seja fisicamente similar.

A razão pela qual a hospedagem VPS pode ser considerada superior é porque ela oferece mais recursos (memória, capacidade de computação, execução de CPU, software ou módulos de uso intensivo de gráficos) do que a hospedagem de servidor compartilhado.

Um servidor VPS também fornece uma garantia de recursos que o cliente pode usar, enquanto a hospedagem compartilhada, não. A seguir, conheça algumas vantagens desse modelo.

Preços

Hospedar um servidor em uma máquina virtual é, muitas vezes, a solução mais barata quando se compara VPS x dedicado. A capacidade de ter vários clientes em um único espaço físico permite que o host divida o custo das operações de hardware entre todos.

O cliente, essencialmente, acaba pagando por uma fração do servidor, mas tem acesso ao desempenho total do hardware: um cenário ganha-ganha. Atualmente, os servidores dedicados de baixo custo começam em torno de três vezes o preço mensal de aluguel do VPS médio.

Escalabilidade

O ambiente virtual é muito mais natural de escalar do que uma hospedagem dedicada. Com um cliente que usa apenas uma parte dos recursos disponíveis em um servidor físico, esses recursos podem ser alocados sem nenhuma alteração no hardware.

Um servidor dedicado fornece acesso de cliente à base completa de recursos do hardware. No entanto, expandir os recursos requer a adição de slots ou módulos ao servidor físico. Isso pode ser caro e demorado.

Além disso, geralmente não pode ser feito em tempo real. Portanto, medidas extras de redundância devem ser implementadas para permitir o tempo de inatividade.

O servidor dedicado físico

Um servidor dedicado é, por definição, associado a um único cliente. O cliente tem acesso a toda a gama de recursos no servidor físico. Isso inclui acesso à rede, capacidade de armazenamento do disco rígido, memória e capacidade de processamento.

Todos os recursos desse servidor estão disponíveis para esse cliente específico que aluga ou compra o hardware físico. Os recursos são personalizados de acordo com as necessidades do cliente, incluindo armazenamento, RAM, carga de largura de banda e tipo de processador.

Servidores de hospedagem dedicados são as máquinas mais potentes do mercado e, geralmente, contêm vários processadores. Confira os benefícios de contar com esse modelo de servidor:

Recursos

A razão número um pela qual a maioria das empresas escolhe um servidor dedicado é aproveitar os recursos dedicados e completos. Nenhum servidor virtual pode corresponder aos principais servidores dedicados quando se trata de energia da CPU, memória, processamento de módulos de software com uso intensivo de recursos, espaço de armazenamento e outros atributos baseados em hardware.

Segurança

A hospedagem dedicada é considerada mais segura do que a virtual quando se trata de ataques maliciosos de uma fonte externa. Com apenas um único cliente no servidor, os recursos são gerenciados com eficiência, o que ajuda a evitar possíveis violações de segurança.

Você também pode gerenciar instalações de software e outras expansões digitais com mais eficiência. Isso reduz o potencial de um vírus ou de outro ataque mal-intencionado pegar carona em um software confiável.

Rapidez

O ambiente dedicado é vantajoso em relação à velocidade. Nele, a camada virtual é inexistente, o que permite a passagem de dados sem qualquer latência. Isso resulta em tempos de carregamento de site mais rápidos e ações de resposta solicitadas.

Configuração e personalização

Um servidor dedicado fornece ao webmaster a configuração do servidor como ele quiser. Existem configurações praticamente ilimitadas quando se trata de um ambiente VPS, mas elas existem. Por exemplo, você obviamente não pode instalar nada que comprometa a segurança ou a integridade de outros clientes no servidor.

Você também tem muito menos capacidade no ambiente VPS para instalar pacotes de software em larga escala. Por causa das limitações de memória e alocação de armazenamento, você não poderá mover em uma pilha completa, dependendo do quanto é grande.

Gestão

Se você precisar de reconfiguração ou manutenção, o ambiente de hospedagem dedicado geralmente se mostra um serviço muito mais eficiente. Com uma solução gerenciada, os técnicos de servidor e os engenheiros de software dentro do espaço dedicado não precisam percorrer os fluxos de dados concorrentes para resolver o problema.

Os técnicos também são menos limitados no que podem ou não fazer em um servidor dedicado. A falta de um efeito “vizinho barulhento” permite o acesso a uma ampla variedade de soluções e processos.

Qual é a diferença entre um servidor virtual gerenciado e não gerenciado?

Quando você for escolher o seu servidor virtual, dependendo do provedor escolhido, poderá escolher entre três opções, que definirão o nível de gerenciamento do VPS, que são:

Se você optar por um servidor virtual não gerenciado, ficará responsável por toda a manutenção da camada de software do servidor em questão. Ficará por sua conta todas as verificações, backups, atualizações de segurança e correções de falhas, sem que o provedor interfira em nada.

Além disso, o servidor será entregue sem uma interface de gerenciamento, deixando as configurações muito mais complexas e demandando um maior conhecimento de gerenciamento de servidores por parte do operador.

Se a escolha for por um servidor virtual gerenciado, toda a parte de gerenciamento fica por conta do provedor. Nesse cenário, o usuário passa a ter total liberdade para focar em seus negócios, enquanto o provedor fica responsável pelas atualizações, verificações, correções e o que mais for demandado pelo time da empresa.

Além disso, o servidor virtual gerenciado é disponibilizado com uma interface de gerenciamento, com o auxílio de painel de controle, como o Plesk e cPanel. Essa interface intuitiva agiliza o trabalho do usuário entregando mais produtividade e eficiência.

O VPS ou o servidor físico dedicado?

Servidores virtuais privados e servidores físicos dedicados têm suas diferenças. Identificar qual deles é perfeito para o seu negócio depende de critérios e fatores específicos.

Primeiro, há muito pouca necessidade de pequenas e médias empresas invocarem a escala completa de recursos disponíveis em servidores bare metal de última geração. Se uma empresa não precisa de todos esses recursos, não há necessidade de adquirir um sistema totalmente fora do escopo. Empresas em crescimento com fluxo constante de tráfego na web podem encontrar toda a energia de que precisam em um ambiente VPS.

Na maioria dos casos, um aumento mínimo no tráfego da Web não é suficiente para garantir um servidor dedicado para uma pequena empresa. As soluções virtuais têm preços competitivos com requisitos de recursos mais baixos.

Examine como você usará o seu serviço de hospedagem internamente. Você tem a equipe para cuidar da manutenção contínua? Você pode atualizar o hardware internamente?

Dependendo de suas respostas, você pode querer modificar sua abordagem. A hospedagem gerenciada pode custar mais do que a hospedagem tradicional, mas pode melhorar sua eficiência dentro do ambiente VPS ao nível de um servidor físico dedicado.

Outra consideração é o crescimento futuro. A sua empresa está procurando escalar? Você quantificou esse crescimento nos próximos cinco a dez anos? Você deve selecionar uma plataforma para o presente e daqui a cinco anos. Um aspecto que muitas empresas ignoram é a capacidade de reduzir ou aumentar.

Se você investir em um servidor dedicado, pagará sempre pelo mesmo volume de recursos. Você pode perder dinheiro se as suas necessidades diminuírem com o tempo. Veja abaixo o que você deve considerar na hora de tomar a decisão entre um ou outro modelo.

Defina o seu orçamento

Um dos principais benefícios da virtualização é a redução de custos. A empresa poderá transformar os custos variáveis, que teria com uma solução física, por um custo fixo pago a um provedor. Enquanto você paga os custos de virtualização mensalmente, você pode economizar em:

  • Hardware;
  • Desenvolvimento;
  • Serviços de utilidade pública;
  • Instalações;
  • recursos humanos.

A virtualização também oferece às empresas a capacidade de aumentar e diminuir os recursos de acordo com a sua demanda, pagando apenas pelo que utilizar. Com a virtualização, você fica liberado do custo de comissionar ou descomissionar servidores.

Entenda as necessidades de seu negócio

Independentemente da opção escolhida, é essencial entender os requisitos de seu negócio. O provedor de virtualização pode orientá-lo no processo de entendimento de quais dados, aplicativos e processos são mais críticos para as operações e a saúde da sua empresa.

Certos aplicativos podem exigir mais recursos dedicados do servidor, devido a uma menor tolerância a riscos de desempenho. Em outros casos, quando se trata de ativos raramente utilizados, você pode sacrificar o desempenho e a velocidade para economizar custos.

Independentemente de qual caminho você seguir, é crucial entender a necessidade de desempenho para ter a melhor experiência com equipamentos dedicados ou com um fornecedor de virtualização.

Pense nos imprevistos

Como os servidores de virtualização estão localizados em um data center externo, pertencente ao provedor, você tem uma vantagem imediata em termos de recuperação de desastres.

Em muitos casos, os fornecedores que apresentam, um planejamento adequado de mitigação de riscos, podem melhorar significativamente seu planejamento de continuidade de negócios. Considere a capacidade da sua empresa de tolerar a perda de ativos ou períodos de indisponibilidade de dados ao tomar sua decisão final sobre qual modelo adotar.

Foque na mitigação de Riscos

A mitigação de riscos depende, em última análise, da configuração de seus servidores virtuais ou dedicados. Se a carga de trabalho de toda a sua empresa for equilibrada em um único equipamento localizado internamente ou no ambiente virtual de um fornecedor, uma única falha poderá ser devastadora.

Em muitos casos, as empresas conseguem reduzir significativamente os riscos mudando para provedores de virtualização, que oferecem medidas protetivas contra vulnerabilidades, falhas de hardware e backups, dentro e fora do local.

Atente-se a segurança da Informação

A segurança de seus servidores físicos ou virtuais depende muito da configuração, do conhecimento da equipe e do ambiente. Assim como a mitigação de riscos, esses fatores podem variar significativamente, dependendo dos requisitos de cada empresa e dos recursos internos. Para muitas organizações com orçamento ou hardware limitados, a mudança para a virtualização pode oferecer ganhos significativos em proteção e segurança.

Avalie a sua condição em relação ao espaço físico

A produção de dados dentro das empresas cresce em uma velocidade exponencial, assim como a demanda por processamento em sistemas cada vez mais robustos. Isso pode apresentar desafios relacionados ao espaço para as equipes de TI.

Se você estiver ficando sem espaço para armazenar e manter adequadamente o controle de temperatura em seus servidores, provavelmente é hora de considerar a colocação de servidores físicos ou virtualização. À medida que seus ativos de dados aumentam, manter a temperatura e a umidade adequada pode ser mais desafiador e custar caro.

Analise a capacidade técnica de sua equipe

Sua equipe tem conhecimento para gerenciar adequadamente a aquisição, manutenção, configuração e segurança do servidor? Eles conhecem as melhores práticas para aumentar a eficiência e obter economia de custos?

A mudança para a virtualização pode livrar sua equipe de TI de lidar com armazenamento de dados e gerenciamento de servidores, permitindo que eles se concentrem em outras prioridades e oportunidades para economia de custos.

Pense em escalabilidade

Quando a empresa opta por um servidor virtual, pode adicionar mais capacidade de armazenamento ou processamento de forma simples, apenas notificando o seu fornecedor. Na maioria dos casos, é significativamente mais fácil escalar ou reduzir seus servidores com a virtualização, pois você não é responsável pela aquisição, instalação e configuração.

Se a produção de dados ou o aumento de tráfego de aplicativos da sua empresa estiverem crescendo rapidamente, você poderá economizar significativamente tempo e recursos mudando para a virtualização de maneira imediata.

Verifique os planos de migração

Muitas organizações optam por migrar aos poucos a sua infraestrutura para virtualização. Se essa é sua intenção, entre em contato com o provedor e pergunte sobre as ferramentas de migração existentes e converse sobre a compatibilidade de aplicativos.

Não deixe que o medo de ter que lidar com uma migração complexa atrapalhe sua decisão de se tornar virtual. Muitas empresas acham que a migração para a virtualização uma tarefa cansativa, mesmo quando realizada a longo prazo, mas, dependendo do provedor e de sua capacidade de trabalho, poderá ser mais fácil do que eles pensam.

Analise o tipo de dados que trabalhará

Certos tipos de cargas de trabalho não são de missão crítica e podem não precisar ser implantados virtualmente. Pode ser que a empresa não trabalhe com dados sensíveis, como informações bancárias, de saúde entre outros dados que são tipificados nas regulamentações específicas. Nesses casos, o uso de um servidor físico básico que você já possui pode ser a escolha certa.

Lembre-se sempre de considerar a reputação das empresas que você lista. É importante ter em mente que o seu host poderá ser uma solução de longo prazo que afetará a maneira como você faz negócios agora e no futuro.

Quer se aprofundar um pouco mais nas vantagens de cada um desses modelos de servidores? Visite a nossa página, entre em contato conosco, avalie nossos serviços de hospedagem e escolha a melhor opção para o seu negócio.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.