fbpx

Saiba agora como escolher entre o Data Center ou contratar servidor cloud

Saiba agora como escolher entre o Data Center ou contratar servidor cloud

Powered by Rock Convert

O setor de TI se transformou em uma ferramenta estratégica para os negócios. Hoje, a otimização do uso dos recursos tecnológicos gera impactos significativos para qualquer empresa. Consequentemente, os servidores logo entraram na mira dos gestores. Afinal, o que vale mais a pena: um Data Center dedicado ou contratar servidor cloud?

A dúvida é natural e costuma passar pela cabeça da maioria dos profissionais de TI. O motivo é simples: além de conhecer o funcionamento de cada opção, é preciso entender que diferentes perfis de empresa têm diferentes necessidades. Porém, não há motivo para se desesperar.

Criamos este post para esclarecer como funcionam os servidores cloud, mostrando os critérios que você deve levar em consideração na hora da escolha e os diferentes impactos que cada opção traz. Então, vamos lá!

Como funcionam os servidores cloud?

Um servidor cloud é um serviço que permite que o usuário transfira o armazenamento de dados para a nuvem de um provedor. Na prática, isso significa reduzir ou eliminar o uso de Data Centers dentro da empresa para adotar um hardware externo. Esses servidores são formados por diversas máquinas físicas que dividem seus recursos.

No entanto, em vez de localizadas dentro da sua empresa, elas são de responsabilidade do provedor do serviço — ou seja, para acessá-las você só precisa de uma conexão com a internet. Além disso, um serviço de nuvem pode contar com outras funcionalidades específicas.

O cloud server gerenciado, por exemplo, conta com uma arquitetura controlada pelo próprio fornecedor. Em outras palavras, você transfere a responsabilidade pela manutenção e gestão da infraestrutura de TI para uma empresa especializada, pagando apenas pela demanda que tem.

Isso cria uma série de vantagens para o contratante, incluindo mais governança de TI. Nesse sentido, é importante adotar critérios específicos para garantir o retorno sobre o investimento.

Investir em Data Center ou contratar servidor cloud: como escolher?

A grande questão é identificar as demandas específicas da sua empresa para, então, analisar qual das opções é a mais interessante. No entanto, isso pode ser um desafio, pois parece abstrato. Mas não se preocupe! Listamos a seguir alguns critérios que vão ajudá-lo a avaliar suas opções e fazer a escolha correta.

Infraestrutura

Uma das perguntas a se fazer é: o que eu espero da minha infraestrutura de TI? A resposta deve indicar se armazenamento é o suficiente ou se há mais plataformas e aplicativos a serem rodados.

Segurança

Empresas que lidam com dados sensíveis e sigilosos devem ter atenção redobrada. Um erro comum, no entanto, é achar que Data Centers internos são mais seguros. Na verdade, em muitos casos, o fornecedor de servidores cloud pode oferecer pacotes que incluem serviços de segurança mantidos por equipes muito mais qualificadas.

Personalização

A variação constante do uso dos recursos pode ser um problema para quem mantém um Data Center próprio. Afinal, é preciso contar com mais recursos do que o necessário para ter margem de manobra. Servidores cloud, entretanto, podem ser contratados on premise — ou seja, você paga por um serviço personalizado e flexível.

Performance

Outro ponto relevante é a performance. Empresas de e-commerce, por exemplo, precisam de altas taxas de disponibilidade para manter suas plataformas no ar.

Nesse caso, é interessante comparar o desempenho do seu Data Center com os definidos nos Níveis de Acordo de Serviço (SLAs) do fornecedor de cloud. Outros fatores a serem checados são a velocidade de conexão, a latência, o controle de acesso, entre outros.

Custo

Não há como considerar mudanças sem avaliar os custos relacionados a isso. No caso dos serviços de nuvem, o panorama é extremamente positivo. Em geral, a simples transferência da responsabilidade pelos hardwares para um fornecedor já resulta em uma economia financeira significativa — vale a pena colocar na ponta do lápis.

Quais são as vantagens do serviço cloud?

O primeiro ponto a ser destacado é, sem dúvidas, a redução de custos. Um servidor cloud permite aliar flexibilidade, segurança e performance a um contrato estabelecido de acordo com as demandas de cada empresa. Consequentemente, há um aproveitamento melhor da infraestrutura disponível sem a necessidade de gastar mais para isso.

Por falar em segurança, outra vantagem a ser destacada é a estabilidade do serviço. Com um bom fornecedor, sua empresa garante a manutenção da disponibilidade em alto nível, evitando quedas e prejuízos operacionais.

Para complementar, temos a questão da segurança contra vazamentos e perdas de dados. Além dos ciberataques, as falhas de hardware também afetam muitas empresas em todo o mundo, corrompendo dados e comprometendo sistemas.

A nuvem é uma boa forma de garantir não só a proteção das informações, mas que haja um backup mais seguro. No caso de uma falha, é possível restaurar as plataformas rapidamente.

Estamos falando de uma nova forma de lidar com a TI, dando a ela a estabilidade necessária para corresponder com as demandas do negócio. O resultado é o fortalecimento da governança na nuvem.

O que é cloud governance?

A governança de TI pode ser aplicada ao servidor cloud conforme o gestor estabelece uma série de regras e práticas para monitorar e controlar os custos, melhorar a eficiência e eliminar riscos de segurança. Em outras palavras, é uma estratégia de aprimoramento da gestão cujo objetivo é otimizar ao máximo o uso desses recursos.

Uma boa forma de promover essa mudança é adotando um cloud server gerenciado, que nada mais é do que um serviço de nuvem controlado pelo próprio fornecedor. Nesse caso, ele se posiciona como um parceiro estratégico, levantando dados e alinhando o funcionamento do servidor com os objetivos da sua empresa.

Se há uma perspectiva de ampliação do espaço utilizado nos servidores, por exemplo, ele pode elaborar um projeto de arquitetura mais eficiente para implantar essa mudança. Consequentemente, o servidor mantém o desempenho em alta e os custos dentro do orçamento planejado.

Não é à toa que contratar servidor cloud se tornou uma tendência tão importante no mercado. Os benefícios são muitos e impactam não só a TI, mas os demais departamentos e a estratégia do próprio negócio. Faça uma avaliação na sua empresa e veja como esse pode ser o momento de entrar de vez na transformação digital!

Se quer saber mais sobre o assunto, acesse também o nosso guia prático sobre multicloud!

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of
trackback

[…] Isso porque, para que se tenha um acesso de qualidade aos conteúdos de áudio e vídeo, o servidor necessita ser […]