fbpx

Com a quantidade cada vez maior de pessoas conectadas à internet enviando e recebendo dados sensíveis, aumentou-se a preocupação em relação à segurança. Uma solução criada para isso foi o certificado SSL, que é utilizado para garantir que as informações trocadas na web ganhem mais uma camada de proteção, impedindo que sejam decifradas caso sejam interceptadas durante a transferência. Essa defesa é feita por meio de criptografia, que permite a visualização apenas nas duas pontas.

Os certificados podem ser pagos ou gratuitos, sendo que, entre os de custo zero, se destaca o Let’s Encrypt, criado para democratizar a utilização dos certificados SSL e tornar a internet um ambiente mais protegido. Por ser gratuito, muita gente desconfia se é realmente eficiente. Neste post, vamos entender se o Let’s Encrypt é seguro, bem como seu conceito e funcionamento. Confira!

O que é Let’s Encrypt?

Trata-se de uma autoridade certificadora que permite a emissão de certificados de forma gratuita. A internet é um ambiente livre, ou seja, são os usuários que constroem o conteúdo. O Let’s Encrypt foi criado para garantir a segurança em benefício público, não deixando a proteção de todos dependente apenas de certificados pagos.

Com essa ferramenta, qualquer pessoa pode emitir um certificado digital para habilitar o HTTPS em seu site. Isso é feito por meio de um processo automatizado no painel de controle dos principais provedores de hospedagem, como cPanel ou DirectAdmin. O Let’s Encrypt é regido por alguns princípios, que são:

  • gratuidade: o certificado pode ser obtido a custo zero por qualquer pessoa que tenha um domínio;
  • facilidade: após a instalação no servidor de hospedagem, os processos de emissão e renovação serão realizados de forma automática;
  • segurança: é uma plataforma que visa às melhores práticas de segurança avançada, seja pelo lado do emissor do certificado ou dos administradores de sites;
  • transparência: os certificados revogados ou emitidos pelo Let’s Encrypt estão sempre disponíveis para a verificação de qualquer pessoa;
  • abertura: por ser aberto, os protocolos de publicação e renovação podem ser adotados por todos;
  • cooperação — o foco é o benefício comunitário, estando acima de qualquer tipo de controle organizacional.

Como funciona esse certificado?

A geração do certificado SSL depende de dois fatores: que o usuário tenha um domínio e um servidor de hospedagem. Quando o processo de geração da certificação é iniciado, é feita a verificação sobre a autenticidade do domínio, realizada pelo script do Let’s Encrypt. É também gerado um par de chaves, uma pública e outra privada, que serão utilizadas para a criptografia e descriptografia durante as requisições HTTPS.

Durante a validação do domínio, são realizados testes com a geração de scripts aleatórios para verificar se as chaves estão corretas. Apesar de parecer complexo, esse processo levará apenas alguns minutos. Se tudo estiver funcionando corretamente, o certificado será emitido e depois instalado no servidor.

O certificado Let’s Encrypt é seguro?

Agora vamos à grande questão deste post: mesmo sendo gratuito, o certificado Let’s Encrypt é confiável? Sim! Isso e dá por conta de uma certificação intermediária que foi assinada pela IdenTrust, que é garantidamente confiável pelos principais navegadores e sistemas operacionais, transmitindo essa credibilidade ao Let’s Encrypt.

Além disso, a criptografia que resulta de um certificado SSL é dependente da configuração e de seu certificado, não da autoridade de certificação. Podemos destacar também que os certificados Let’s Encrypt são transparentes e auditáveis.

Além disso, eles têm o apoio de gigantes da tecnologia, como Google, Microsoft, Facebook, Cisco, Mozilla, entre outras. É pouco provável que essas empresas colocariam suas credibilidades em risco apoiando um projeto inseguro.

Quais os benefícios de usar o Let’s Encrypt?

A principal vantagem é a camada de segurança que os dados trocados entre navegador e servidor ganham com a criptografia. Apenas quem tem a chave pode decifrar os dados, ou seja, por mais que um criminoso virtual consiga interceptar as informações no meio do caminho, sem a chave, elas não farão o menor sentido.

Sendo assim, só compartilhe dados sensíveis — senhas, números de cartão, informações bancárias, pessoais etc. — se o site for protegido por um certificado SSL válido. Quando você adota o Let’s Encrypt, está garantindo aos visitantes de seu site que:

  • o conteúdo é legítimo e não foi modificado por terceiros;
  • os dados não serão roubados durante a transmissão das informações;
  • os anúncios exibidos em seu site, com seu consentimento, serão confiáveis e gerarão retorno;

Ajuda a melhorar o posicionamento no Google

Quem trabalha com a criação e administração de sites sabe da importância da otimização das páginas nos resultados de busca. O Google está sempre otimizando seus algoritmos para entregar resultados cada vez mais relevantes e contundentes para os usuários. Nesse cenário, as páginas que trazem o certificado SSL levam vantagem.

Além disso, os principais navegadores, como Chrome e Firefox, emitem um alerta quando entramos em uma página que não tem SSL e exibem formulários para avisar que não é seguro enviar ou receber dados vindos dela. Mais do que colocar seu site no topo do Google, ao adotar um certificado SSL, como o Let’s Encrypt, você vai resguardar os dados de seu visitante e sua credibilidade.

Permite uma análise mais apurada do Analytics

Se o seu objetivo é fazer uma análise apurada sobre o tráfego que recebe em seu site, saiba que, sem o HTTPS, você poderá receber informações incompletas. Quando um site com navegação segura utiliza o link de referência para um não seguro, as ferramentas que trabalham com análise de dados, como é o caso do Google Analytics, vão identificá-lo como acesso direto — como se o usuário tivesse digitado a URL diretamente na barra de endereços.

Isso acontece porque as páginas que utilizam o HTTP não recebem as referências de sites que utilizam um SSL válido por questões de segurança. Por outro lado, os sites que utilizam o HTTPS recebem os dados de referência de todos.

Como vimos neste post, o certificado Let’s Encrypt é seguro e, mais do que isso, necessário para um ambiente digital mais confiável. A popularização dos certificados SSL, garantindo que eles cheguem até pessoas que não podem adquiri-los, é uma atitude nobre e deve ser ampliada. Se você ainda não tem o HTTP em seu site, entre em contato com o provedor de hospedagem e instale o Let’s Encrypt o mais rápido possível.

Gostou do post? Então, curta nossa página no Facebook e receba em primeira mão nossas postagens e promoções!

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.