fbpx

Entenda como funciona FTP e como é utilizado

Entenda como funciona FTP e como é utilizado

Powered by Rock Convert

Um tipo de conexão que possibilita a troca de dados entre dois computadores conectados à internet. Basicamente, é disso que se trata o FTP, sigla para File Transfer Protocol ou Protocolo de Transferência de Arquivos em português. É por meio dessa ferramenta que você consegue transferir as informações do seu PC para o seu provedor de hospedagem.

Para os profissionais de TI, estar por dentro dessa tecnologia e saber como ela funciona é fundamental. No entanto, o conhecimento também é muito importante para aqueles que pretendem criar um site por conta própria.

Felizmente, entendê-la é uma tarefa bastante simples. Neste conteúdo, faremos um panorama geral sobre o FTP que apresentará tudo aquilo que você precisa saber sobre o assunto. Continue a leitura e confira!

Como surgiu?

O FTP tem origem na década de 1970, época em que as primeiras redes e ligações entre computadores existentes ainda estavam engatinhando, porém crescendo de forma gradativa.

O responsável pelo seu desenvolvimento foi um estudante de engenharia elétrica de um dos centros acadêmicos mais respeitados e conceituados do planeta, o MIT (Massachussets Institute of Technology). Seu nome era Abhay Bhushan.

Em essência, o FTP surgiu com a proposta de fazer com que a transferência de arquivos entre computadores e servidores se tornasse mais segura do que era na ocasião. Na época, era utilizado um modelo bem arcaico chamado ARPANET Network Control Program.

Com o passar do tempo, o FTP foi aperfeiçoado com diversas revisões e melhorias nos seus códigos de programação, especialmente depois da chegada dos computadores domésticos.

Para que serve o FTP?

Imagine que você tenha que desenvolver um site de negócios com recursos de programação e funcionalidades complexas. Ou ainda que faça parte de uma grande produtora de vídeos para internet.

Por mais que as máquinas tenham espaço em disco para armazenar todas as informações, a recomendação é sempre usar alguma funcionalidade que distribua o peso dos conteúdos e que os deixem facilmente acessíveis para aqueles que desejarem utilizá-los.

Como normalmente são vários indivíduos que trabalham em um determinado projeto ao mesmo tempo, é natural que queiramos dividir as obrigações e compartilhá-las de modo a proporcionar um fluxo de trabalho mais dinâmico e eficiente.

O FTP entra em cena nesse momento, pois serve exatamente para criar uma ponte de comunicação entre essas pessoas, o que é feito por meio dos seus próprios computadores quando conectados à internet.

Os dispositivos se comunicam graças a um servidor online, que nada mais é do que o local onde esses arquivos ficam hospedados e armazenados.

Como funciona?

Para entender o funcionamento do FTP, é preciso compreender que o processo de transferência e recebimento de dados pela internet gira em torno de dois protagonistas: cliente e servidor.

O primeiro se refere ao computador que solicita uma conexão para acessar as informações já hospedadas. O segundo, por sua vez, também é uma máquina.

No entanto, ela age como um ambiente virtual e recebe as solicitações do cliente para a transferência dos arquivos nela armazenadas.

Em termos mais práticos, o “computador cliente” consegue o acesso às informações hospedadas na internet por meio de um sistema que se conecta ao “computador servidor”. É o mesmo programa que faz a transferência de dados do primeiro agente para o segundo.

Entretanto, para o caminho inverso (do servidor para o cliente), geralmente existem outros sistemas que são empregados para permitir a conexão de computadores externos aos servidores.

Como utilizar o FTP?

A utilização desse protocolo não envolve segredo algum. O primeiro passo é a instalação de um gerenciador FTP, sendo os mais conhecidos o FileZilla e o CyberDuck, ambos gratuitos. Uma vez instalado, pegue os dados de acesso com a sua hospedagem.

Todos os provedores fornecem aos seus clientes as informações para acessar o servidor via FTP. Veja agora quais são os informes necessários:

  • host — o endereço do servidor FTP na internet pode ser representado tanto por um endereço de IP quanto por um domínio (ftp.servidor.com.br);
  • nome de usuário — corresponde ao seu login único no servidor, podendo ser o mesmo que você utiliza para ter acesso ao painel de controle da sua hospedagem;
  • senha — além do seu nome de usuário, você também precisará de uma senha para acessar o servidor;
  • porta — alguns provedores de hospedagem especificam o número da porta de entrada para o acesso ao servidor via FTP.

Todos esses informes são facilmente encontrados no painel de controle da sua hospedagem. Em caso de dúvidas, basta entrar em contato com o fornecedor do serviço e solicitar os dados necessários por meio do suporte técnico.

Depois de inserir as informações em seus respectivos campos no cliente, peça pela conexão e a aguarde. Quando o manager indicar que o processo foi realizado com sucesso, é sinal de que tudo está funcionando, desde o envio dos seus dados para o servidor à cópia dos arquivos do servidor para o seu computador.

Quais são os benefícios de sua utilização?

Antes de concluirmos, não poderíamos nos esquecer das vantagens de utilizar o FTP. As principais incluem:

  • grande volume de transferência de arquivos por uma rede;
  • envio simultâneo de diretórios;
  • progresso sempre salvo;
  • gestão facilitada;
  • configuração única;
  • segurança reforçada;
  • compatibilidade com ferramentas de versionamento.

Devemos ressaltar que a utilização do FTP não acarretará nenhum trabalho, já que a facilidade de uso é outra de suas grandes vantagens. Para quem já está ambientado às tecnologias e aos procedimentos do setor de TI, com conhecimentos (ainda que básicos) sobre servidores, códigos de programação e internet, as dificuldades não surgirão.

O incrível é que, apesar dos seus quase 50 anos, o FTP continua sendo uma das soluções mais simples, versáteis e eficientes no que diz respeito à transferência de arquivos entre computadores domésticos e servidores na internet.

Em tempos em que tudo se torna descartável rapidamente, essa tecnologia se mantém na contramão dessa tendência. No mínimo, digno de muito respeito, você não acha?

Enfim, esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre o FTP. Aproveite para ver também o nosso passo a passo sobre a migração para a nuvem.

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of
trackback

[…] que estão armazenados em um conta de hospedagem. Apanas para que não fique nenhuma dúvida, FTP significa, em português, “Protocolo de Transferência de […]