fbpx
Tag

performance

Procurando

Aproveitar o cache do navegador consiste em definir uma data de validade nos cabeçalhos de HTTP para recursos estáticos, instruindo o navegador a carregar os recursos baixados anteriormente a partir do disco local, não através da rede. Se você já usou o PageSpeed, tenho certeza que se deparou com uma mensagem como esta.

Nesse artigo vou falar sobre como especificar uma expiração para os recursos armazenáveis em cache que tem uma vida útil de atualização curta.

Popular sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) para web, o WordPress é uma das ferramentas mais famosas (e poderosas) para a criação de blogs.

O tipo de licença (de código aberto), a facilidade de uso, a capacidade de extensão através de plugins, temas e programação PHP/MySQL, assim como as características do gerenciador de conteúdo permitiram o crescimento expressivo do uso da ferramenta. 

Hoje, além de blogs, o WordPress é utilizado como plataforma para o desenvolvimento de sites de comércio eletrônico, revistas, jornais, sites corporativos, portais de conteúdo, entre outros formatos.

Empolgado com o crescimento no número de acessos ao seu site ou blog? Com certeza você tem motivos para comemorar! Um site em crescimento é sempre uma boa notícia, concorda?

Com o crescimento, aumentam as demandas – principalmente em relação ao tipo de hospedagem de site que você utiliza. Para um site pequeno, por exemplo, um plano básico de hospedagem compartilhada atende as necessidades. Quando há crescimento, muitas vezes é necessário migrar para planos mais robustos, como a hospedagem VPS ou até mesmo um servidor dedicado

Mas quais os critérios que devem ser analisados antes de fazer um upgrade para outro plano?

Você já se perguntou: “Como posso aumentar o desempenho do meu site sem o incremento de custos?”. Pois é, se a resposta foi sim, gostaria de te apresentar o Varnish Cache.

Vamos esquecer o conteúdo dinâmico… Vamos falar do conteúdo estático! É, isso mesmo, imagens, scripts, páginas, textos, folhas de estilos, etc., etc., etc. Tudo isto pode ser ‘cacheado’ pelo Varnish Cache. Atualmente, grandes portais, lojas virtuais, blogs e qualquer tipo de website tem conteúdos que se repetem. Estes conteúdos acabam por gerar requisições desnecessárias ao servidor todas as vezes que são novamente carregados pelos usuários.

Quando falamos em servidores de hospedagem compartilhada o desafio é ainda maior: São centenas de websites e milhares de conteúdos estáticos sendo requisitados todos os segundos no servidor.