fbpx

Confira 7 dicas essenciais para manter seu site seguro

Confira 7 dicas essenciais para manter seu site seguro

Powered by Rock Convert

Você criou o seu site, formatou para SEO, criou um bom conteúdo e pronto! Agora é só esperar a visita, não é mesmo? Errado! Faz parte da rotina da administração de um site a preocupação constante com a segurança. Manter o site seguro não protege apenas os seus dados, mas também gera mais credibilidade para os visitantes, que podem enviar informações sem preocupação, além de valer pontos no ranqueamento dos mecanismos de buscas.

Essa atenção deve ser maior ainda quando se trata de ecommerces, já que estamos falando de transações financeiras e envio de dados sensíveis, como números de documentos e de cartões. Por isso, é importante que você saiba os mecanismos para manter o site seguro. Para ajudá-lo, fizemos este post com 7 dicas essenciais. Acompanhe!

1. Mantenha todos os softwares atualizados

Por mais que pareça algo burocrático e, para alguns, até desnecessário, as atualizações disponibilizadas pelos desenvolvedores de softwares não visam apenas a mudanças funcionais. Um dos principais objetivos dessas atualizações é corrigir as vulnerabilidades de segurança.

Os criminosos virtuais estão sempre atentos a elas e fazem questão de verificar se algum usuário está utilizando uma versão mais antiga, para tentar invadir o site por meio da vulnerabilidade consertada pela atualização. Fique atento às atualizações dos plugins de seus CMS, como o Joomla, WordPress e Magento, por exemplo. Um descuido em algo que parece banal poderá custar caro.

2. Use senhas seguras e atualizadas

Muita gente acha que utilizar senhas fáceis e repetidas é uma forma de ganhar tempo, mas nenhum tempo pagará os prejuízos de uma invasão em seu site. Felizmente, a maioria dos provedores exige senhas robustas, com as boas práticas para ter uma melhor proteção, que são:

  • no mínimo 8 caracteres;
  • com, pelo menos, um número;
  • letras maiúsculas e minúsculas;
  • com caracteres especiais.

Entre as práticas inseguras mais recorrentes na criação de senhas, está a inserção de data de nascimento, CEP, trechos de números de documentos, como CPF e RG, e outras informações pessoais, que certamente serão procuradas por quem estiver muito interessado em invadir o seu site.

Quanto mais aleatória for a senha, mais difícil será de decifrar. Existem geradores de passwords gratuitos, fáceis de achar na internet que podem ajudar a formulá-las. Outro fator importante para a segurança da sua senha é a renovação periódica. Determine uma frequência para essa troca e ganhe mais uma camada de segurança.

3. Utilize a autenticação de dois fatores no login

Falamos acima sobre as senhas seguras, mas, se algum criminoso tiver muito interesse em invadir o seu site, ele vai tentar todas as alternativas. Nesse cenário, a autenticação de dois fatores gera mais uma camada de segurança.

A autenticação de dois fatores, como o próprio nome sugere, consiste na utilização de dois passos para verificar o login. Você pode, além de utilizar a senha, receber um SMS com um código único para cada sessão, dificultando mais ainda as fraudes.

4. Faça backups regularmente

É impossível ter um nível de segurança 100% eficaz, por isso, a prevenção deve ser a palavra de ordem. O backup é uma das práticas que garantirão a integridade dos dados de seu site em caso de algum tipo de problema.

Imagine só perder todos os seus dados em uma invasão e ter que começar tudo do zero. Um blog, por exemplo, pode perder conteúdos preciosos que geram tráfego e leads para a sua empresa.

Por isso, faça sempre o backup de seu conteúdo, tanto os disponibilizados pelo serviço de segurança de seu provedor quanto os backups pessoais, na nuvem ou em dispositivos de armazenamento portáteis.

5. Tenha um controle de acesso de terceiros

A sua equipe tem acesso ao painel de administração de seu site? Crie regras bem específicas para esse acesso, inclusive controlando até onde cada um pode acessar. Quem cria conteúdo, por exemplo, nem sempre terá a necessidade de acessar áreas mais técnicas, como o banco de dados. Esse controle de nível reduz a exposição e a possibilidade de invasões.

Deixe bem claro a sua política de senhas com as dicas que demos mais acima; de nada adianta você estar preocupado com a complexidade e atualização periódica das senhas e sua equipe, não.

6. Obtenha um Certificado SSL/HTTPS

Os certificados SSL já deixaram de ser um diferencial e se tornaram uma necessidade. Alguns navegadores bloqueiam o acesso a sites que consideram inseguros, o que pode reduzir bastante o tráfego de sites que coletam informações de seus visitantes.

Se você tem ou pretender ter um ecommerce, por exemplo, o certificado SSL é o que dará a primeira camada de credibilidade, para que os clientes acreditem que se trata de um site seguro para enviar dados.

O certificado SSL é representado pelo cadeado verde que aparece na barra de navegação e pelo HTTPS, no lugar do HTTP, no início da URL. Ele garante que os dados serão criptografados, gerando mais uma camada de segurança.

Outro fator importante em ter um certificado SSL, é o ganho que o seu site terá no ranking dos mecanismos de buscas, que beneficiam os sites HTTPS.

7. Utilize o GeoTrust Anti-Malware

Uma forma de ter todo o pacote de proteção de uma vez é contratando o serviço completo em seu provedor de hospedagem. Uma excelente opção é o GeoTrust Anti-Malware, que oferece uma proteção para seu site, com encriptação SSL de 256 bits, além de um selo de segurança, mostrando a seus usuários que se trata de um site seguro para navegar e enviar dados.

Conte também com escaneamento das aplicações em seu site, por 30 dias grátis. Os planos são de R$ 99,90 e R$ 149,90 ao ano. Ao contratar esse plano, você contará com um suporte eficiente, qualidade garantida, infraestrutura redundante e Uptime/SLA de 99,9%, garantindo a alta disponibilidade de seu site.

Esperamos que, após a leitura deste post, você tenha uma base maior para manter o seu site seguro: proteja seu patrimônio, entregue a melhor experiência para o visitante e ganhe mais projeção nos mecanismos de buscas. É importante encarar a segurança de seu site como um investimento e não como um custo, pois você está protegendo sua empresa e garantindo a credibilidade para que os clientes naveguem com tranquilidade.

Gostou do post? Então continue com a gente e aprenda a evitar os principais erros de segurança cometidos por profissionais de TI.

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of
trackback

[…] local que quiser. Uma praticidade que deu um baque no mercado ilegal de mídias piratas, garantindo segurança e […]

trackback

[…] quem realmente se preocupa com a segurança das informações do seu negócio, o uso de um software ilegal não pode nem ser cogitado. É […]