fbpx

Dicas para criar senhas seguras

Dicas para criar senhas seguras

Acha o uso de senhas um incômodo? Realmente, não é nada agradável ter que memorizar dezenas de senhas para os diversos serviços eletrônicos que utilizamos no dia a dia. É senha de acesso ao e-mail, senha para uso da conta bancária, identificação nas redes sociais, senha para acessar o painel de controle de sua hospedagem de site. Enfim, uma infinidade de números, letras e símbolos. 

Por mais incômodo que seja, até o momento é uma das formas mais seguras de proteger os dados no ambiente eletrônico. Mas é necessário cuidado: afinal, qual a utilidade das senhas se elas podem ser facilmente descobertas ou se você tem dificuldades para decorá-las ou protege-las?

Neste post apresentamos algumas dicas que podem auxiliar você a criar senhas seguras. Que tal conferir?

A melhor senha: seguras e fáceis de lembrar

Hoje, quando nos cadastramos em algum serviço, somos orientados a utilizar um número mínimo de caracteres. Muitos mecanismos, inclusive, não aceitam senhas com menos de 8 caracteres. Além do comprimento, a inserção de caracteres maiúsculos e minúsculos, números e símbolos são constantemente recomendados, pois permitem o aumento de a segurança da senha.

De forma simplificada, as melhores senhas devem conter a seguinte estrutura:

  1. Mínimo de 8 caracteres;
  2. Uso de pelo menos duas letras maiúsculas;
  3. Uso de pelo menos uma letra minúscula;
  4. Uso de pelo menos um número;
  5. Uso de pelo menos dois símbolos.

Também é importante evitar o uso de senhas relacionadas à vida pessoal, como datas de aniversário, nomes de parentes ou animais de estimação.

Aviso aos navegantes: se é necessário manter uma cópia da senha, cuide para deixar em um lugar seguro. Tome cuidado, com certeza um post it pendurado no computador ou no seu ambiente de trabalho não é o lugar mais seguro para guardar suas senhas.

Como gerar senhas seguras: dicas práticas

Uma das maneiras mais práticas e recomendadas é utilizar um método de escrita definido como Leet – que utiliza várias combinações de caracteres ASCII para substituir as letras do alfabeto latino, uma espécie de criptografia. Para saber mais sobre o método Leet, acesse este artigo da Wikipédia.

Vamos ao passo a passo:

  1. Escolha uma palavra simples ou um nome que tenha no mínimo oito letras. Para ilustrar, escolhermos o nome da marca: ValueHost;
  2. Troque duas letras por símbolos que parecem semelhantes. Por exemplo, troque “s” por “$” e “a” por “@”, por exemplo – Resultado: v@lu3ho$t;
  3. Altere pelo menos uma letra para um número parecido. No caso, optamos pelo troca do segundo “o” da palavra por “0” – Resultado: v@lu3h0$t;
  4. Por fim, inclua duas letras maiúsculas. No caso, a opção ficou com a troca do “h” por “H” e do “g” por “G”. Chegamos à versão final: V@lu3H0$t.

Outra dica interessante foi apresentada pela McAffe, que recentemente publicou um manual para criar senhas seguras (leia aqui o artigo em inglês). No documento a empresa enfatiza a importância de nunca repetir as senhas e dá uma dica interessante: em vez de usar um palavra, utilizar uma frase que seja fácil de lembrar, e que alterne símbolos, números e letras minúsculas e maiúsculas.

Confira o exemplo que eles usam para ilustrar esta prática:

password

O significado? “Minha 1ª senha”, em inglês. A senha utiliza espaços em branco, além de misturar letras maiúsculas e minúsculas, número e símbolo. Com certeza fácil de lembrar e difícil de adivinhar!

Mesmo com todas estas dicas você prefere não pensar em senhas para seus diversos sistemas? Então nossa dica é que você utilize senhas seguras que podem ser criadas através do gerador de senhas da Symantec.

Então, vai esperar mais para gerar senhas seguras?

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  Subscribe  
Notify of