fbpx

O RSS Feed é uma ferramenta que facilita a distribuição de conteúdos em tempo real. Com ele, o usuário fica sempre atualizado sobre tudo que um site ou blog publica de forma automática. Essas atualizações podem ser acessadas com a utilização de um software agregador, uma notificação via navegador ou por uma aplicação web.

Trata-se de uma das primeiras tentativas de organizar o mar de informações na internet na década de 1990. Até então, o usuário tinha que ir de site em site para se atualizar. Com os agregadores, passaram a ter acesso a essas atualizações em bloco, função que hoje é exercida pelas redes sociais. Neste post, vamos conhecer melhor o que é o RSS Feed, analisando suas principais características. Confira!

1. Quais os benefícios do RSS Feed para os sites?

Para que a gente entenda melhor como funciona o RSS Feed, vamos analisar os principais benefícios que ele traz para um site. Dessa forma, vamos entender que, mesmo em tempos de redes sociais, os desenvolvedores ainda devem investir nessa ferramenta como estratégia de marketing. Confira!

Entrega as atualizações em tempo real

Uma das características mais interessantes do RSS Feed é o fato de ser atualizado de forma simultânea ao site. É a garantia de que os seguidores receberão as postagens de forma instantânea, facilitando a criação de estratégias para o calendário editorial.

Não é invasivo

Enquanto alguns mecanismos apostam nas estratégias mais invasivas e algumas vezes inconvenientes, interrompendo a navegação, o RSS aposta na simplicidade e discrição. Essa não intrusão pode ser utilizada a favor da empresa para incentivar o usuário a baixar o Feed, pois, com tantas notificações e banners aparecendo o tempo todo, a informação simplificada passa a ser um diferencial.

Ajuda com as estratégias de SEO

Um dos grandes benefícios do RSS, visado por desenvolvedores e administradores de sites, é o papel no SEO — Search Engine Optimization ou otimização para motores de busca. Esse benefício se dá porque o RSS Feed informa à Google e aos demais buscadores as alterações feitas em seu site. Isso faz com que os novos conteúdos sejam indexados rapidamente.

2. Como acessar o RSS Feed do meu site?

Atualmente, boa parte dos sites e blogs geram RSS Feeds de forma automática, sendo que, para verificar se está funcionando corretamente, basta adicionar “/feed” no final do endereço — por exemplo, “meusite.com.br/feed”. A maioria dos navegadores atualizados traz essa funcionalidade. Há também a possibilidade de utilizar um agregador externo. Você verá os principais a seguir.

Flipboard

Com um formato moderno e uma interface que simula uma revista digital, o Flipboard é uma das principais alternativas ao antigo e popular Google Reader. Pode ser acessado via navegador ou por dispositivos móveis. Além de agregar os RSS Feeds escolhidos pelo usuário, o Flipboard reúne conteúdo de redes sociais, dos principais jornais, revistas e portais, proporcionando uma leitura bastante intuitiva.

Feedly

Outro agregador muito popular que herdou boa parte dos usuários do Google Reader o Feedly, o qual traz uma interface minimalista e intuitiva. Tudo o que o usuário precisa está na página principal, seja no navegador do PC ou nos smartphones. Nele, você poderá inserir os feeds com o endereço dos sites desejados ou buscar por tópicos.

NetVibes

Um dos serviços de feed mais antigos, o NetVibes se adaptou aos novos tempos e incorporou em sua interface uma série de widgets das principais redes sociais, previsão do tempo, webmail, Flickr, entre outros. Para ter acesso ao feed de informações de sua preferência, basta clicar em cima de onde está escrito Reader.

3. Como exibir um RSS feed no WordPress?

O CMS mais popular do mundo oferece a opção para que você adicione de forma simples o RSS feed em seu site. Para isso, siga os passos abaixo:

  • após fazer login na área de administração do WordPress, vá até a seção aparência e escolha Widgets;
  • em seguida, clique no botão “adicionar”, que fica ao lado do Widget de RSS;
  • clique em “Edit”, na seção Current Widgets, para o widget RSS;
  • depois, é só digitar a URL do RSS Feed e, se quiser, pode inserir um título e verificar outros detalhes;
  • para finalizar, clique em “Concluído” e depois em “Salvar alterações”.

4. Qual é o futuro do RSS Feed?

Muita gente imaginou que ele seria atropelado pelas novas tecnologias, principalmente em relação à utilização em estratégia de marketing. No entanto, a verdade é que se adaptou bem a esse novo momento, mesmo que o famoso ícone não esteja mais presente nos blogs hoje em dia. Confira algumas ferramentas em que o RSS continua atuando e sendo utilizado para as estratégias de engajamento de leads.

Notificações push

As notificações push têm uma função bastante parecida com os antigos RSS Feed: avisar o leitor que tem conteúdo novo em um site. Ou seja, podem ser consideradas uma evolução do RSS.

As duas ferramentas podem ser integradas, ou seja, se o RSS for incorporado ao sistema push, toda vez que uma nova informação for adicionada ao feed, os usuários cadastrados serão avisados de forma automática, recebendo uma notificação via smartphone ou navegador.

E-mail marketing

Outra estratégia muito utilizada para a comunicação pelas empresa é o e-mail marketing, Pouca gente sabe, mas uma das maneiras mais simples de otimizar esse processo é integrando o Feed RSS à ferramenta de e-mail marketing que você utiliza.

Você poderá, por exemplo, programar para que sejam realizados disparos automáticos todas as vezes que atualizar seu site ou blog. É importante lembrar de que as opções de disparo dependerão da ferramenta e do plano que você utiliza, porém essa é uma excelente alternativa para automatizar o processo de manter seu público antenado às novidades.

Como vimos, o RSS Feed é uma ferramenta que se renova em meio a tantas opções de acesso de conteúdo em massa. Uma das vantagens dele e de seus agregadores é que o usuário tem a oportunidade de fugir um pouco dos algoritmos das redes sociais, os quais acabam escolhendo o que lemos e assistimos, colocando a gente em uma espécie de “bolha”. Com os agregadores de RSS, você escolhe o que ler.

Gostou do post? Então, assine já nossa newsletter e receba em primeira mão as novidades.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.