fbpx

Um guia completo sobre a hospedagem magento

Um guia completo sobre a hospedagem magento

Powered by Rock Convert

Muita gente, quando vai criar uma loja virtual, foca exclusivamente em desenvolvimento, design, layout e SEO. Contudo, o que poucos sabem é que um dos fatores mais importantes para que a sua página tenha um bom desempenho é escolha de uma boa hospedagem. A plataforma Magento é a líder quando o assunto é gestão de conteúdo e desenvolvimento comércios eletrônicos, mas, na hora de hospedá-la, é preciso ter alguns pontos de atenção.

Estamos falando de uma plataforma flexível e robusta, que entrega todas as ferramentas necessárias para que o administrador consiga construir o melhor cenário possível para divulgar e vender o seu produto. Contudo, é preciso dar uma atenção muito grande — principalmente no planejamento — à hospedagem Magento.

Neste artigo traremos um panorama sobre a hospedagem Magento e os benefícios de utilizar essa plataforma em sue e-commerce. Confira!

O que é e como funciona a plataforma Magento?

Antes de falarmos especificamente da hospedagem Magento, vamos a um panorama sobre o que é essa plataforma, a sua importância e seu funcionamento para os e-commerces.

O Magento é uma plataforma open source voltada para a criação de lojas virtuais e que se tornou muito popular nos últimos anos. Assim como o WordPress, o Magento tem uma vasta comunidade de desenvolvedores, trabalhando em temas, plugins e frameworks para agregar mais funcionalidades e melhorar o design para o usuário, garantindo a evolução do sistema.

A gratuidade, aliada ao desenvolvimento dos recursos, coloca a plataforma Magento bem à frente dos concorrentes por apresentar a melhor relação custo-benefício. As suas principais competidoras são pagas, e temos que lembrar que, para colocar um site no ar e mantê-lo com qualidade e segurança, você terá que fazer outros investimentos, tanto em uma hospedagem de qualidade quanto desenvolvimento para customizar o seu e-commerce.

Sendo assim, contar com uma ferramenta gratuita e de fácil integração à hospedagem é a melhor solução. Aliás, muito dos provedores oferecem planos já com a customização do servidor com a plataforma Magento, ou seja, você só precisará adquirir o plano e começar a trabalhar.

Quais são as principais vantagens da plataforma Magento?

Agora que você já tem um resumo sobre o que é a plataforma Magento e a sua importância no cenário de desenvolvimento de e-commerces, vamos conhecer as muitas as vantagens para começar a desenvolver o seu e-commerce hoje mesmo com o Magento, aliado a uma boa hospedagem, é claro!

Por ser uma plataforma 100% voltada para lojas virtuais, diferentemente do WordPress, por exemplo, ela já vem com muitos dos recursos necessários “on board”. Contudo, vamos ver a seguir mais a fundo esses benefícios. Continue lendo!

Utilize uma ferramenta que está em constante evolução

Como falamos mais acima, a plataforma Magento é uma ferramenta open source, de código aberto. Isso além de dar a oportunidade de sua comunidade aprimorar o sistema e suas funcionalidades, permite ao desenvolvedor ter muito mais flexibilidade e liberdade para modificar o site para adaptar as suas necessidades.

Desfrute de uma plataforma robusta

Mesmo a versão community do Magento é uma plataforma robusta, suportando uma gama de recursos e variedades de produtos. Não a toa é utilizada por grandes empresas como a Ford, e está sendo constantemente atualizada com melhorias de segurança e desempenho.

Essa plataforma robusta, aliada a uma boa hospedagem, se torna uma ferramenta com recursos quase que ilimitados, podendo suportar até 80 mil ordens de serviços a cada hora e armazenar até 500 mil produtos.

Trabalhe em uma interface amigável

A cada atualização a plataforma ganha detalhes que deixam a sua interface mais intuitiva e simplificada. A simplicidade não significa ausência de recursos, mas que há uma organização dos itens na tela.

O Magento é uma plataforma complexa e robusta em sua função, por trazer um pacote completo para criação de ecommerces poderosos, mas isso não significa que ela tenha obrigatoriamente que ser difícil de se utilizar.

Ganhe em abrangência

A plataforma Magento ampliará o leque de sua loja virtual com a possibilidade de trabalhar em um mercado internacional. Isso porque a ferramenta pode lidar com vários tipos de moedas, além de ter suporte em inúmeros idiomas, que poderá ser automaticamente detectável com a identificação do IP do seu usuário.

Tenha acesso a um enorme marketplace com uma gama de plugins

A plataforma Magento já vem com inúmeros recursos pré instalados, mas você pode turbinar a sua loja virtual utilizando plugins específicos. Desde os modelos gratuitos, até os pagos e desenvolvidos por especialistas, você poderá adicionar ferramentas para envios, pagamentos, métodos de faturamento, plugins de marketing digital etc.

Lembrando sempre que os plugins devem ser utilizados com moderação e que seu excesso poderá prejudicar o desempenho do e-commerce, bem como a navegação, principalmente quando poluímos a tela com excesso de recursos.

Trabalhe em uma plataforma responsiva

A plataforma Magento é uma das pioneiras no investimento de uma solução mobile, permitindo que as lojas criadas sejam 100% amigáveis aos dispositivos móveis. Como as pessoas estão 24 horas conectadas à web por meio de seus smartphones ou tablets, o desenvolvimento deve planejar sempre o conteúdo responsivo.

Trabalhe com excelentes Ferramentas de SEO

Um dos principais objetivos de quem cria uma aplicação web é colocá-la o mais alto possível no ranqueamento dos mecanismos de buscas. Quando estamos falando de e-commerce então, essa necessidade de estar no topo é a diferença entre ter ou não ter público, já que não trabalhamos com conteúdo, a princípio.

O Magento oferece recursos de primeira linha para você configurar a sua loja virtual com as melhores práticas de SEO, com redirecionamento de endereços, personalização de URLs, meta tags exclusivas em cada página do produto e muito mais.

Tenha um checkout customizável

Uma das grandes causas de abandono de carrinhos de compra em e-commerces acontece por causa do checkout mal elaborado. Muitas vezes ele é extenso demais e, em outras, ele está fora dos padrões do público-alvo daquela página

Ao escolher o Magento como sua plataforma de e-commerce, você terá opções de personalização de checkout. Com ele você poderá customizar os formulários da maneira que quiser, entregando a melhor experiência para o seu consumidor.

Obtenha relatórios e informações

Uma gestão sustentável deve ser orientada a dados, e com o seu e-commerce não pode ser diferente. Afinal, você precisará analisar as métricas e relatórios para monitorar o tráfego. A plataforma Magento é integrada ao Google Analytics que fornece detalhes sobre o desempenho de vendas, relatórios de conversões, visitas, comportamento dos visitantes etc.

O que você deve considerar na escolha da hospedagem Magento?

Antes de definir o provedor de hospedagem para instalar o Magento você terá que analisar se a hospedagem é compatível. Se sim, terá total autonomia para instalar e controlar a sua plataforma. Vamos ver a seguir o que deve ser analisado quando for escolher uma plano de hospedagem Magento.

Descubra se a hospedagem é compatível

Os melhores provedores de internet têm familiaridade com a arquitetura Magento, aqui na Valuehost, por exemplo, temos a Hospedagem Magento SSD Profissional, com 30 dias grátis e ativação imediata, com FTP e E-mail ilimitados, além do certificado SSL grátis.

Então, se você está preocupado em relação a possíveis dificuldades na instalação do Magento, fique sabendo que os principais provedores do mercado oferecem uma forma facilitada de instalação, com um instalador automático.

Ao otimizarem os seus planos para a instalação da plataforma Magento, como faz a Valuehost, você garante que o sistema de e-commerce funcione de forma fluida. Embora seja possível instalar a ferramenta em qualquer ambiente de hospedagem, é muito mais fácil intuitivo trabalhar com ele em um espaço preparado para isso.

Analise o atendimento e suporte técnico

Não podemos esquecer que estamos lidando com sistemas e que são passíveis de erros, por melhor que seja a plataforma e a hospedagem. Imagine que haja problema no seu site em plena voltas às aulas, e sua loja virtual vende artigos de papelaria. Bastante preocupante, certo?

Os problemas não chegam com hora marcada, por isso, escolher um provedor que ofereça um suporte omnichannel é importantíssimo para não ter prejuízos maiores.

Atente-se ao desempenho e segurança

Dois quesitos-chave que deverão ser analisados com muito cuidado antes de você fechar com um provedor. Por isso é importante que você faça uma avaliação gratuita antes de escolher definitivamente, pois uma falha de segurança pode colocar todo o seu negócio a perder, enquanto uma relacionada ao desempenho pode gerar prejuízos financeiros enormes.

Nada mais frustrante do que tentar clicar em um botão várias vezes e ele não dar essa opção, isso é sinal de carregamento lento, e de que o objeto ainda não assumiu a função de botão. Sintoma de mal desempenho. A maioria desses problemas ocorrem momentos chave de processamento como no checkout, em que há uma demora grande até o carrinho de compra aparecer.

Com o mar de opções que a internet oferece é muito mais simples para o cliente fechar a sua página e procurar a próxima opção do que ficar minutos esperando o seu site “acordar”.

Em relação à segurança, quando trabalhamos com transações financeiras lidamos com informações sigilosas e sensíveis, e por isso temos que garantir que o servidor está bem seguro antes de entrarmos de cabeça em um contrato. É importante que a empresa apresente soluções para evitar ataques DDoS e malwares.

Entenda quais são os recursos essenciais

Busque provedores que ofereçam, além de uma boa hospedagem Magento, recursos especiais sem cobrar nada a mais por isso. Você precisará de um certificado SSL, mas não há motivos para pagar por um sendo que existem tantos provedores de qualidade que disponibilizam o documento eletrônico de forma gratuita.

É importante ficar atento à garantia de uptime, que determina a disponibilidade da infraestrutura, certificando que o site não ficará fora do ar. Esse momento de especulação para descobrir os elementos essenciais que são embutidos nos planos é uma excelente hora para você avaliar um pouco da qualidade do atendimento e conhecimento dos profissionais.

Avalie o custo-benefício

Sem dúvidas o preço é um dos quesitos determinantes quando vamos escolher um produto ou serviço. Pra quem está iniciando uma jornada empreendedora, montando o seu primeiro e-commerce, esse fator tem ainda mais peso. Contudo, antes de pensar apenas em preço baixo, você precisará avaliar alguns fatores.

Pense no seu tráfego, em quantos produtos o seu site vai exibir inicialmente, por quais canais você rende venderá além do e-commerce, se processará os pedidos pela plataforma Magento ou se utilizará uma API externa. Enfim, tudo isso deve ser colocado no papel para que você tenha a real noção da sua necessidade de processamento e garanta que o barato não saia cara no futuro. Busque sempre o equilíbrio entre desempenho, segurança, suporte e preço.

Servidor para Magento: dedicado ou compartilhado?

Agora que você já sabe o que é plataforma Magento, conhece os seus benefícios e os fatores a serem observados na hora de escolher o seu provedor, vamos a uma análise mais estrutural para entendermos a diferença entre servidores dedicados e compartilhados.

Esse fator também é preponderante para a sua hospedagem Magento, pois influencia diretamente no desempenho de seu site.

O que é um servidor dedicado?

Como o nome indica, o servidor dedicado é aquele que fica de uso exclusivo para um usuário instalar a sua plataforma Magento e montar o seu e-commerce. Sabemos que todos eles têm um limite de tráfego, porém, os que são dedicados conseguem em um limite maior, e isso tem ligação direta com o fato de estarem a serviço de uma única aplicação.

Em caso de picos de tráfego, ao utilizar o servidor dedicado você reduz as chances de ter a sua loja virtual fora do ar. Vamos a alguns dos principais benefícios trazidos por esse modelo.

Tenha exclusividade uso dos recursos

Com um servidor dedicado ao seu e-commerce, você terá exclusividade no uso dos recursos, o que resultará em um ganho de desempenho, mesmo que o seu site passe por um período sazonal que aumente o seu fluxo de visitas bem acima da média. Ainda assim, o risco de queda será bem menor.

É claro que isso tem um preço, pois os servidores dedicados têm um custo maior do que os compartilhados, mas, no fim das contas, a estabilidade e desempenho acima da média compensarão o investimento inicial.

Personalize o servidor

Todas as configurações em um servidor dedicado ficam a cargo do seu usuário, o que a princípio pode soar um pouco custoso ou trabalhoso. Se você não tiver a experiência para configurar o servidor, terá que contratar um profissional para fazer a instalação dos softwares, acessar a área de desktop e fazer toda as configurações necessárias de acordo com as necessidades de sua loja virtual.

Mesmo com um custo a mais, caso você não domine a configuração do servidor, no final você terá uma infraestrutura personalizada e pronta para receber o e-commerce. Essa exclusividade pode ser o diferencial para você se destacar em um mercado cada vez mais concorrido.

Quais são as desvantagens de utilizar um servidor dedicado?

Agora que você já sabe o que é um servidor dedicado e conhece as suas vantagens, vamos ver o outro lado da história. Quais serão as principais desvantagens do modelo de servidor dedicado. Quer saber quais são? Continue lendo!

A primeira desvantagem está relacionada ao preço, como falamos acima. É evidente que a exclusividade é bem mais cara do que o compartilhamento. Porém, se você está iniciando agora o seu negócio, com um capital abaixo das expectativas, é melhor não começar com os servidores dedicados.

Tente crescer seu e-commerce primeiro, não tenha pressa, pois o outro modelo de servidor, o compartilhado, comporta muito bem lojas com fluxos de visitas mais baixos. Veremos mais sobre isso nos próximos tópicos.

Outra desvantagem — e que até tem semelhança com a primeira — é o fato de que no servidor dedicado o usuário é o responsável por tudo, desde a configuração, passando por segurança e suporte. Se a empresa já tiver um capital e quer manter bom funcionamento do e-commerce, o ideal é contratar um profissional ou uma empresa prestadora de serviço para cuidar da parte estrutural do seu negócio.

Se você achar que a contratação de um profissional ainda não está dentro de sua realidade, está na hora de pensar na adoção de um servidor compartilhado. Veja mais a seguir.

O que é um servidor compartilhado?

Agora vamos a segunda alternativa de servidor para você hospedar o seu Magento. O modelo compartilhado é uma opção mais em conta e que permite ao usuário focar apenas no desenvolvimento de sua loja.

Nessa versão, o servidor hospeda vários aplicativos web e o provedor passa a ser o responsável por toda parte de configuração segurança e suporte da hospedagem. Veja a seguir quais são os benefícios de utilizar esse método de hospedagem na sua plataforma Magento.

Controle o orçamento

A hospedagem compartilhada ajuda em um dos principais gargalos para quem tá começando a empreender ou até mesmo para aqueles que querem reduzir gastos para investir em outras áreas do negócio, o orçamento curto

O servidor compartilhado, por motivos óbvios, é bem mais em conta do que o dedicado. Você dividirá os recursos e toda a parte e suporte e configuração com os outros usuários do mesmo servidor.

Foque no desenvolvimento da sua loja

Enquanto no servidor dedicado você terá que preparar todo o terreno para depois instalar a sua plataforma Magento e começar a desenvolver o seu e-commerce, com o servidor compartilhado, o provedor entrega a hospedagem pronta para receber a plataforma, com vários outros benefícios incluídos, como certificações de segurança, por exemplo.

Assim, logo após a instalação do Magento a única preocupação serão as estratégias para que sua loja comece a vender o mais rápido possível.

Quais são as desvantagens de utilizar um servidor compartilhado?

Vamos agora às desvantagens de utilizar um servidor compartilhado para hospedar a sua plataforma Magento. Podemos ressaltar como primeira desvantagem o compartilhamento de recursos, pois, caso a sua loja seja muito visitada e com fluxo constante, isso gera um mal desempenho.

É claro que isso vai variar de acordo com o seu plano na hospedagem compartilhada, temos várias empresas que disponibilizam hospedagens em servidores bastante robustos que dão conta de lojas com requisições altíssimas.

É importante ficar atento ao quesito segurança, caso o seu provedor não tiver uma boa estrutura, pode ficar exposto a ataques DDoS, que prejudicarão a experiência do consumidor e farão você perder muitas vendas.

Não podemos esquecer que um e-commerce trabalha com informações sigilosas, por isso, atenção total na hora de escolher o seu provedor compartilhado. É importante que um falha de um usuário não derrube a segurança do outro.

Qual tipo de servidor devo escolher para o Magento?

Vamos para o veredito final sobre qual tipo de servidor você deve escolher para a sua hospedagem Magento. A escolha passa por alguns questionamentos pertinentes. Veja abaixo.

Você está começando agora e ainda não tem um público?

Nesse caso, um servidor compartilhado em um provedor de qualidade suprirá bem sua necessidade, tanto de desempenho quanto de foco no crescimento dos negócios. Nesse ponto não há muito o que se preocupar com desempenho, é claro, levando em conta que você escolherá um bom provedor.

Seu e-commerce já está consolidado e com múltiplas visitas diárias?

O que você deve fazer a princípio é avaliar como está o seu desempenho com seu servidor compartilhado. Se mesmo com um alto fluxo a sua loja se mantêm estável e o provedor entrega o que você precisa, analisando friamente se ainda não é a hora de mudar.

Isso porque você está vendendo bem em um servidor mais barato e que não se prende às questões de configuração e suporte de servidor que um dedicado prenderia.

Se por acaso, mesmo você em um servidor compartilhado robusto, provido por uma empresa de credibilidade, haja perda de desempenho, talvez esteja realmente na hora de pensar em uma solução exclusiva. Chega um momento que a empresa deve caminhar sozinha rumo ao crescimento.

Esperamos que após a leitura deste post você tenha tido um panorama completo sobre a hospedagem Magento, seu conceito, seus benefícios, modelos. O Magento é a plataforma de e-commerce mais utilizada no mundo toda essa popularidade é resultante de sua robustez, confiabilidade e variedade de ferramentas. Porém, para que ela possa entregar o melhor desempenho, é preciso dispor de uma boa hospedagem para completá-la.

E aí, quer saber como conhecer uma hospedagem profissional Magento? Entre já em contato conosco e descubra como.

 

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of
trackback

[…] Por isso, é muito importante que ter atenção na hora de escolher o seu servidor para Magento,  desde a parte técnica até questões de planejamento, como […]