fbpx

Como deve ser a coleta de dados em uma empresa?

Como deve ser a coleta de dados em uma empresa?

Powered by Rock Convert

A preocupação com a proteção de dados é um dos assuntos mais frequentes atualmente. O seu número cresce a cada dia e empresas de todo o mundo se atentaram para a importância da coleta de dados. Muitas empresas vêm adotando métodos para ganhar destaque no mercado e vender a sua marca e, com o uso de informações, isso se torna muito mais fácil para a captação de novos clientes, por exemplo.

Mas, para isso, é preciso observar a nova Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, de nº 13.709/2018 (LGPD), que veio para regulamentar o tratamento de dados das pessoas e garantir os direitos fundamentais de proteção à liberdade, intimidade e privacidade.

Assim, o tratamento de dados em uma empresa deve seguir agora padrões estipulados por essa lei, a fim de garantir maior organização e proteção das informações dos consumidores. Para você saber como coletar informações de forma eficiente, preparamos este texto com dicas essenciais. Continue lendo e confira!

Demonstre aos clientes a importância da coleta de dados

Para muitas pessoas, as informações pessoais coletadas não são muito importantes. Isso ocorre porque muitos usuários não compreendem os motivos pelos quais os dados são coletados. É essencial, dessa forma, que você aponte como eles podem influenciar positivamente na experiência de cada consumidor.

Para entender melhor, imagine que você tem um aplicativo de cupons de desconto. Assim, sabendo exatamente a localização e preferências de um cliente, é possível enviar ofertas e cupons exclusivos para o local em que ele se encontra, com maior precisão de suas opções, por exemplo.

Diminua as falhas com essa prática

Empresas que estimulam sua capacidade preditiva com a prática de coletar dados estão em crescimento no país. Colaboradores de grandes corporações combinam técnicas precisas para analisar dados para insights. São negócios que acreditam no valor das informações como forma de reduzir falhas e amplificar a satisfação dos usuários.

Por outro lado, empresas menos competitivas apresentam uma tendência em não utilizar dados, acreditando que esse tipo de ação são apenas promessas de inovação para o futuro. Porém, há no mercado diversas ferramentas que facilitam o gerenciamento e a análise de dados com um bom custo-benefício, e vale muito a pena pequenos negócios investirem também nessa estratégia.

Enfim, a coleta de dados pode ampliar bastante a confiabilidade de clientes, envolvendo-os na projeção de novas mercadorias e serviços.

Dê atenção à criptografia dos dados

segurança das informações armazenadas em um empreendimento é uma das grandes apreensões dos clientes e da gestão de negócios. Evitar possíveis ataques virtuais, vazamentos e instabilidade nos sistemas é uma maneira de formar uma rede de confiança, a qual pode resultar em uma ótima reputação para a sua empresa.

Nesse caso, a transparência é o alicerce principal para gerar credibilidade ao negócio. Disponibilize em suas páginas o modo como é feito a criptografia da coleta de dados, com uma linguagem simples e fácil para seus clientes. 

Assim, permita que sempre fique aberto um canal para dúvidas e esclarecimentos, a fim de que os clientes se sintam à vontade para compreender a forma que a empresa usa seus métodos de proteção de dados. Esse é um modelo muito importante para a criação de um ambiente sólido na coleta de informações.

Combine dados de origens diversificadas

Nem sempre todas as informações usadas para a análise têm origem de uma fonte única. Quanto mais diversificado seu nascimento, melhor será o resultado da pesquisa realizada, assim como dos objetivos alcançados pelo processo. 

Algumas análises públicas podem ser acessadas, fazendo com que os perfis sejam bem mais específicos. Ter uma configuração ordenada dos seus usuários possibilita a promoção de operações mais complexas, conforme a amplitude das informações analisadas. 

Para entender as peculiaridades do comportamento do consumidor, é possível criar periodicamente arguições direcionadas para a descoberta de determinados tópicos. Essa alternativa se torna muito favorável no momento de experimentar algum novo serviço ou mercadoria, por exemplo.

Peça permissão para coletar dados dos clientes

Nunca capte dados do usuário sem que eles forneçam permissão. Mostre a eles quais informações você deseja coletar, e o motivo pelo qual realizará tal prática. Dessa forma, você demonstrará transparência e, consequentemente, conquistará a confiança do consumidor.

Dessa forma, é interessante você demonstrar quais serão os benefícios que a pessoa terá ao compartilhar dados, fazendo com que ele se sinta especial.

Preserve o anonimato de seus clientes

O uso de dados pode ser bastante viável em termos indicadores, mas nem por isso eles devem ser selecionados efetivamente. Por isso, a manutenção do anonimato dos clientes e usuários traz maior empatia, como também anuência aos limites de permissão. 

Dessa forma, gravar endereços de IP, assim como a distinção de HTML, são métodos que não estão sendo mais usados nesse tipo de estratégia corporativa. Publicar a identidade das pessoas, em determinadas situações, pode até mesmo ser considerado uma atividade ilegal, acarretando sérias consequências para a empresa. 

No momento em que o acesso para as mídias sociais é habilitado, é preciso ainda mais destaque no quesito do anonimato. Por agregar grande volume de dados, o usuário deve se sentir confortável sabendo do sigilo de sua identidade. 

Opte por informações de maior relevância

A gestão de TI pode conduzir com detalhes as informações que têm grande relevância na análise e na elaboração de ações da empresa. Não é porque o empreendimento está implantando um sistema de coleta de dados que seja necessário guardar tudo o que for possível. 

Com a propagação de práticas de Big Data, torna-se convincente definir cada vez mais com precisão quais dados serão arquivados e o motivo. Quanto mais os usuários tiverem permissão às diretrizes éticas da empresa, maior será a confiança depositada em seus processos. 

Enfim, investir em ferramentas para coleta de dados é uma das formas de alavancar o seu negócio e captar informações importantes para o desenvolvimento empresarial. Assim, com essa prática, você terá um negócio muito mais seguro e eficaz.

E aí, o que achou deste post? Quer ter acesso a conteúdos como este? Assine nossa newsletter e receba textos informativos diretamente em seu e-mail!

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of