fbpx
Autor

Administrador

Procurando

Achou o título estranho? Concordo, é “meio” estranho. Mas vai fazer sentido quando você terminar de ler este post. Esclarecendo: não vamos falar muito de presunto e comédia, mas vamos contar a origem do termo SPAM – tão presente no nosso dia a dia. 

Você pode até duvidar, mas uma das hipóteses sobre a origem do termo está relacionada a uma marca de presunto muito comum, que surgir na década de 30. No caso, SPAM seria a abreviatura de Spiced Ham, presunto condimentado produzido por uma empresa americana.

Ok, o termo SPAM e o presunto já estão explicados. Mas e a comédia?

A caixa de entrada do seu e-mail está sempre cheia de mensagens e propagandas de destinatários que você não conhece e/ou não autorizou? A caixa de lixo eletrônico está sempre superlotada? Então certamente você já é uma vítima de spam – algo cada vez mais comum no dia a dia das pessoas, das empresas e organizações.

Esse ataque aos usuários de e-mail é cada vez mais frequente e os prejuízos financeiros podem ser grandes. Afinal, além de propagandas indesejáveis (maioria dos casos), em muitas situações o spam pode conter conteúdos bem mais agressivos, como algum tipo de vírus – que tem como objetivo obter dados pessoais, bancários, e uma série de outras informações do usuário.

Se você utiliza o cPanel para gerenciar seu site e e-mails, tem a opção de habilitar o SpamAssassin – um aplicativo que trabalha em conjunto com o serviço de e-mail do servidor no combate ao spam.

Quer viabilizar um site ou blog, quer montar uma loja virtual ou manter uma estrutura de fórum mesmo sem ter muito conhecimento de programação? Então, mesmo que você ainda não saiba, vai se beneficiar da revolução que os CMSs permitiram.

Há alguns anos atrás, apenas quem tinha um conhecimento razoável de programação conseguia colocar um site ou blog no ar. Uma loja virtual e um fórum? Só contando com alguém com muito conhecimento técnico para fazer a edição, publicação e manutenção.

Hoje, com os sistemas de gestão de conteúdo – sim, este é o significado de CMS, do inglês Content Management System -, o usuário pode se concentrar na criação do conteúdo, sem precisar se preocupar muito com os detalhes técnicos (aqueles que estão por trás do funcionamento de um site).

Empolgado com o crescimento no número de acessos ao seu site ou blog? Com certeza você tem motivos para comemorar! Um site em crescimento é sempre uma boa notícia, concorda?

Com o crescimento, aumentam as demandas – principalmente em relação ao tipo de hospedagem de site que você utiliza. Para um site pequeno, por exemplo, um plano básico de hospedagem compartilhada atende as necessidades. Quando há crescimento, muitas vezes é necessário migrar para planos mais robustos, como a hospedagem VPS ou até mesmo um servidor dedicado

Mas quais os critérios que devem ser analisados antes de fazer um upgrade para outro plano?

Acha o uso de senhas um incômodo? Realmente, não é nada agradável ter que memorizar dezenas de senhas para os diversos serviços eletrônicos que utilizamos no dia a dia. É senha de acesso ao e-mail, senha para uso da conta bancária, identificação nas redes sociais, senha para acessar o painel de controle de sua hospedagem de site. Enfim, uma infinidade de números, letras e símbolos. 

Por mais incômodo que seja, até o momento é uma das formas mais seguras de proteger os dados no ambiente eletrônico. Mas é necessário cuidado: afinal, qual a utilidade das senhas se elas podem ser facilmente descobertas ou se você tem dificuldades para decorá-las ou protege-las?

Neste post apresentamos algumas dicas que podem auxiliar você a criar senhas seguras. Que tal conferir?

Atualmente o wordpress é um gerenciador de conteúdos utilizado em larga escala, e por isso muitas pessoas mal intencionadas buscam brechas de segurança nos mesmos.

Assim recomendamos o uso dos plugins a seguir para evitar que seu site seja invadido, ou tenha inserções indevidas de links e arquivos:

Para obter sucesso no e-commerce, uma das características essenciais que a sua loja deve ter é oferecer diversas opções de pagamento para o seu cliente, sem deixar de fornecer um ótimo sistema de segurança para proteger os dados dos consumidores e as operações financeiras da sua loja.

Para suprir essa necessidade, o meio mais eficiente de oferecer a segurança e a estabilidade de que a sua empresa precisa é contar com um gateway de pagamento, item essencial para o seu e-commerce, que infelizmente ainda é desconhecido de muitas empresas do ramo. Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe o nosso artigo para descobrir por que usar um gateway de pagamento é a melhor opção para a sua loja virtual! Confira:

Ultimamente, o marketing de conteúdo e os blogs têm atraído milhões de empresas para o mercado online, revolucionando o modo que as empresas se relacionam com seus clientes. Atualmente, criar e manter um Blog é uma das maneiras mais efetivas de atrair clientes em potencial, com uma dos melhores relações custo/benefício em termos de marketing!

Nesse texto, vamos te dizer tudo o que você precisa saber para criar um Blog de sucesso para sua empresa, e fazer dele uma máquina de gerar novas oportunidades de negócio e atrair mais clientes! Confira:

Você já tentou colocar um sapato que não entrava de maneira alguma nos seus pés e pensou “caramba, cadê aquelas ‘linguetas’ tão funcionais das botas do meu tio-avô?” Pois é… O termo bootstrap ou bootstrapping do inglês britânico significa, em suma, algo que você pode fazer por si só sem o auxílio externo. Um bom exemplo disso são apenas pequenas tirinhas de pano, plástico ou borracha que acompanhavam alguns modelos de sapatos no Século XX (e até atualmente em muitas botas).

Voltando ao nosso mundo virtual, a equipe do Twitter dedicou várias algumas horas vagas na criação do Bootstrap, uma espécie de framework básico de desenvolvimento que te fornece uma completa gama de personalização gráfica pronta para a facilitação na criação dos seus websites. Unindo o CSS ao Javascript, promete fazer milagres com pouco tamanho.

Você já se perguntou: “Como posso aumentar o desempenho do meu site sem o incremento de custos?”. Pois é, se a resposta foi sim, gostaria de te apresentar o Varnish Cache.

Vamos esquecer o conteúdo dinâmico… Vamos falar do conteúdo estático! É, isso mesmo, imagens, scripts, páginas, textos, folhas de estilos, etc., etc., etc. Tudo isto pode ser ‘cacheado’ pelo Varnish Cache. Atualmente, grandes portais, lojas virtuais, blogs e qualquer tipo de website tem conteúdos que se repetem. Estes conteúdos acabam por gerar requisições desnecessárias ao servidor todas as vezes que são novamente carregados pelos usuários.

Quando falamos em servidores de hospedagem compartilhada o desafio é ainda maior: São centenas de websites e milhares de conteúdos estáticos sendo requisitados todos os segundos no servidor.