fbpx

É cada vez mais comum que as empresas aceitem o uso de dispositivos pessoais de seus colaboradores em seu espaço. Esse conceito é conhecido como Bring Your Own Device (traga seu próprio aparelho, em português). O objetivo é ganhar em produtividade, economia e no aumento da satisfação profissional.

O BYOD se populariza em um momento em que os profissionais têm acesso a dispositivos mais modernos do que os oferecidos por muitos negócios. Isso tem relação direta com a evolução dos aparelhos mobile, que atualmente nada mais são do que computadores que cabem em nossos bolsos e trazem funcionalidade maiores do que o acesso às redes sociais.

A ideia é permitir que os colaboradores acessem e modifiquem informações com os próprios aparelhos. Isso também vale para os notebooks, que permitem ao profissional cuidar de qualquer questão importante onde estiver e quando quiser. Neste post, vamos conhecer melhor o conceito de BYOD e analisar as principais vantagens para as empresas e colaboradores. Continue a leitura e confira.

1. Melhora a produtividade

Muitos gestores ainda acham que darão um convite à distração ao permitir que os funcionários usem seus próprios dispositivos no trabalho. Mas a verdade é que já há evidências de que o BYOD realmente aumenta a produtividade. Existem várias razões para esse aumento, entre as quais podemos destacar:

  • a maior personalização que um dispositivo pessoal oferece;
  • a curva de aprendizado reduzida para aplicativos devido à familiaridade do usuário com os dispositivos;
  • maior identificação com os dispositivos, que torna o uso mais fluido e rápido;
  • maior flexibilidade, já que os funcionários podem trabalhar a qualquer hora, em qualquer lugar e, como resultado, têm mais chances de fazer horas extras.

2. Ajuda na economia de recursos

O BYOD pode ser uma saída para as empresas que estão em busca de redução de custos. O uso dos dispositivos pessoais dos funcionários não apenas tende a ser mais barato que os planos de serviços corporativos, mas também oferece às empresas a oportunidade de redirecionar custos adicionais.

Além disso, ao permitir a utilização de dispositivos pessoais, os custos e as atualizações ficam por conta do colaborador, afinal o dispositivo é utilizado para outros fins além do trabalho. Desse modo, o empreendimento não precisar mais se preocupar com atualizações de telefones, tablets corporativos e renovações de licenças de software e pode abrir mão dos dispositivos que não são utilizados, além de reduzir os custos de manutenção de dispositivos por desgastes.

Há também a redução de gastos com recursos de escritório, pois a BYOD permite que o funcionário trabalhe onde e quando quiser. Conforme eles adotam o regime de home office, a empresa diminui o espaço necessário para operar, minimizando despesas com aluguel e instalações.

3. Reduz a pressão sobre as equipes de suporte

Esse é um tema um tanto quanto polêmico, pois alguns gestores de TI argumentam que as economias que o BYOD oferece em relação ao hardware são compensadas em maiores custos de suporte. A verdade é que um programa de BYOD planejado, tanto em termos de segurança quanto em conformidades políticas, pode aliviar a pressão sobre a equipe de suporte.

Como a responsabilidade de reposição é dos colaboradores, os dispositivos recebem um cuidado maior. Quanto maior for a vida útil de um aparelho, maior será a familiaridade do usuário com ele, reduzindo consideravelmente o volume de chamados de suporte técnico. Além disso, a equipe se livra de tarefas como atualização de softwares em larga escala.

4. Atrai novos talentos

O BYOD possibilita uma maior flexibilidade do local de trabalho, algo que a nova geração, os nativos digitais, considera como um dos principais fatores que levam à satisfação no trabalho. Isso costuma aumentar a lealdade, o moral e o envolvimento desses funcionários.

O pessoal que tem permissão para decidir quais serão as ferramentas usadas tem um maior equilíbrio entre vida pessoal e trabalho. O resultado não é apenas maior produtividade, mas também menor propensão a tirar dias de doença ou sair da empresa. Tudo isso vai ao encontro dos anseios de uma geração que está em busca de seus valores e não consegue mais dissociar bem-estar de trabalho e vida pessoal.

5. Aumenta a satisfação do empregado

Outro benefício do BYOD é uma consequência: ter mais liberdade e poder utilizar dispositivos com os quais estão familiarizados aumentará a satisfação da equipe. Os colaboradores passam a ter um controle maior do que fazer e podem trabalhar em horários alternativos.

A demarcação de tempo entre trabalho e individualidade está ruindo, visto que a nova geração de profissionais está em busca de algo mais maleável. Os benefícios também não se limitam à flexibilidade; muitos colaboradores acreditam que o BYOD os ajuda a alcançar um melhor equilíbrio entre suas vidas profissional e pessoal.

6. Amplia o envolvimento fora do local de trabalho

Muita gente pode falar que o BYOD tira o foco dos profissionais, mas a verdade é que, ao implementar esse processo, o gestor os estimula a trabalhar mais fora dos escritórios. Com mais canais de comunicação, os trabalhadores podem responder e concluir outras tarefas fora do ambiente de trabalho.

7. Inova o empreendimento

As empresas que estão imersas na transformação digital e as que estão nascendo já nesse ambiente, em sua maioria, autorizam o uso de dispositivos pessoais no trabalho. Isso gera para elas um diferencial de marcado, pois, ao economizar recursos, pode investir em desenvolvimento.

Ao dar mais flexibilidade, atrai talentos e pessoas de novas gerações. Ao ter funcionários mais satisfeitos, ganha em produtividade, o que reflete em aumento de receita. No final, a organização pode se destacar como uma das mais inovadoras em sua área de atuação.

Um negócio que considere adotar o programa Bring Your Own Device deve pensar com cuidado sobre as complexidades envolvidas. No entanto, se for planejada bem, essa mudança pode gerar benefícios consideráveis, seja por meio do aumento da satisfação da equipe, economia de custos ou produtividade.

Gostou deste post? Então, compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos e colegas de networking conheçam essa nova tendência das relações de trabalho.

Escreva um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.