fbpx

Magento ou woocommerce? Saiba qual é a melhor opção!

Magento ou woocommerce? Saiba qual é a melhor opção!

Powered by Rock Convert

Afinal, qual das opções é a melhor, Magento ou WooCommerce? Para quem está pensando em abrir uma loja virtual, entender as diferenças entre elas é de suma importância.

A primeira observação, aqui, é a necessidade de a pessoa buscar pelas mais distintas plataformas de e-commerce. Isso porque boa parte do sucesso de um negócio online vai depender de questões como funcionalidade e usabilidade do site.

Diversas são as soluções disponíveis, porém, neste artigo falaremos apenas sobre o Magento e o WooCommerce. Por quê? A resposta é porque ambos são excelentes e estão entre os sistemas mais utilizados do planeta quando o assunto se refere ao comércio eletrônico.

Portanto, se quiser saber qual é a melhor opção para você, continue aqui conosco e confira a leitura. Não perca!

Magento ou WooCommerce: um olhar nas características principais

Magento

  • tem uma versão gratuita (comunidade) e outras pagas (serviços premium). Enquanto a versão da comunidade é auto-hospedada, as versões premium exigem uma hospedagem profissional;
  • permite adicionar produtos ilimitados;
  • oferece um sistema baseado em uma ampla variedade de temas (templates);
  • suporta uma infinidade de extensões (plugins), de todos os tipos e para os mais diversos fins;
  • dispõe de avançados recursos de segurança, incluindo patches dedicados para combater as possíveis vulnerabilidades que podem surgir;
  • recomendado para usuários que tenham pelo menos um nível básico de conhecimento em programação;

WooCommerce

  • sistema completamente gratuito, mas exigindo uma host externo: a indicação geral é por uma hospedagem WordPress SSD Profissional;
  • tem suporte para produtos ilimitados;
  • inclui recursos básicos de segurança;
  • oferece centenas de opções de extensões (plugins);
  • é incrivelmente fácil de usar.

Integrações e tipo de arquitetura

Magento

Lançado oficialmente em 2008, o sistema Magento atende a todos os tamanhos de empresa, incluindo boa parte das maiores organizações do comércio eletrônico. Trata-se uma plataforma de e-commerce desenvolvida na linguagem PHP, disponibilizada em formato livre (open source) tanto no site da companhia quanto na comunidade de desenvolvedores.

Por ser um software open source, é possível criar funções e fazer inúmeras alterações na própria plataforma. Porém, para que tudo funcione perfeitamente e nada saia do controle nesse sentido, conhecimentos de programação são mais do que necessários.

Na prática, ao adotar a plataforma Magento, você poderá criar uma loja virtual totalmente customizada, satisfazendo suas preferências e as demandas do mercado, por exemplo.

Uma das particularidades a destacar é sua arquitetura modular, fazendo com que o sistema seja todo composto por módulos independentes: eles também são conhecidos como extensões Magento.

Para muitos, essa é uma das grandes sacadas do software, pois é o que possibilita a incorporação de novas funções, tornando-o mais agradável não somente para quem o administra, mas principalmente para os visitantes do site.

Além disso, ainda podem ser integrados a ele outros tipos de sistema, como ERP’s, CRM’s, WM’s, ferramentas de e-mail marketing, gateways de pagamento e muito mais. Tudo isso com alto desempenho de gerenciamento.

WooCommerce

Diferentemente do Magento, o WooCommerce não é uma plataforma de e-commerce, mas um plugin WordPress que dá a este CMS a possibilidade de criar e gerir lojas virtuais.

Lançado no mercado em 2011, ele é uma boa alternativa para quem já está ambientado ao WordPress. O WooCoomerce tem uma interface simples e fácil de operar, não exigindo nenhum tipo de conhecimento em programação: essa é uma das principais razões pelas quais este sistema conquistou tanto espaço entre as micro e pequenas empresas.

Por meio de ferramentas modulares (parte delas sendo criadas originalmente para uso nos sites e blogs WordPress), os responsáveis pelo desenvolvimento do site de vendas podem integrar a ele inúmeras funcionalidades, incluindo meios de pagamento, e-mail marketing, gerenciamento de estoque, SEO e diversas outras facilidades.

Prós e contras

Agora que você já sabe quais são os pontos centrais que diferem o Magento do WooCommerce, vamos aos prós e contras de cada um.

Magento

​Prós

  • pode ser constantemente customizada, com personalização total;
  • é recomendado para todos os tamanhos de empresa;
  • uso de templates para a construção da base de layout;
  • construído para uma escalabilidade infinita.

Contras

  • exige um conhecimento mínimo em programação;
  • pode ser um pouco complicado para se adaptar a ele (nada que a prática não resolva);
  • requer uma boa hospedagem (nada que um bom provedor não possa oferecer).

WooCommerce

Prós

  • não necessita de uma hospedagem muito potente (por rodar em WordPress);
  • 100% gratuito;
  • fácil utilização.

Contras

  • base de dados de plugins pode não ser o suficiente para maiores demandas;
  • limitações em virtude de não ser propriamente dita uma plataforma de e-commerce;
  • temas e extensões premium envolvem custos, fazendo com que o uso do sistema gere gastos indiretos.

Semelhanças entre um e outro

Como você pôde perceber, tanto o Magento quanto o WooCoomerce são sistemas de código aberto. Isso significa que ambas as opções são altamente customizáveis. Todavia, a primeira permite personalizações em um nível um pouco mais detalhado.

Outra semelhança é a arquitetura modular. Embora diferentes quando analisadas de modo mais técnico, o funcionamento é praticamente o mesmo. O aspecto a ressaltar, nesse caso, é que as duas plataformas oferecem temas e extensões.

Em termos práticos, elas permitem criar lojas virtuais completas, bonitas e funcionais. A pergunta que fica, então, é exatamente a mesma que fizemos no início deste conteúdo: afinal, qual das duas alternativas é melhor, Magento ou WooCommerce?

Considerando que você está em busca de um sistema mais robusto e profissional, e que não tenha limites quanto ao que se pode fazer ou não, a plataforma Magento é a melhor escolha.

A questão, aqui, é que esse software foi desenvolvido justamente para o comércio eletrônico. Tópicos como segurança e performance são mais avançados no Magento.

Para concluir, não poderíamos deixar de dizer que para obter o máximo do máximo em todos os sentidos de sua aplicação, é de fundamental importância contratar uma hospedagem adequada: ao entrar em contato com o seu provedor, peça por uma hospedagem Magento SSD profissional.

Esperamos que você tenha gostado deste artigo sobre qual das duas plataformas é a melhor. Se quiser saber mais ou ainda tem alguma dúvida em relação ao assunto, faça seu comentário ou deixe sua pergunta!

Deixe um comentário

avatar

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  Subscribe  
Notify of