fbpx
Domínio Hospedagem

Vale a pena ter uma hospedagem de site grátis?

Uma dúvida comum e bastante recorrente entre boa parte das pessoas é se, afinal, vale ou não a pena apostar em uma hospedagem de site grátis. Como em qualquer outra situação, algumas delas dirão que sim e outras dirão que não. No entanto, todos nós sabemos que, quando a esmola é demais, o santo desconfia e o barato (nesse caso, de graça) pode sair caro, às vezes muito caro.

Com esse tipo de serviço a situação não é diferente, até mesmo porque a única forma de ter uma verdadeira qualidade e segurança de dados reforçada é pagando pelo uso de bons servidores. Do contrário, o que você terá será nada mais do que o básico.

De uma maneira ou outra, neste artigo, mostramos as vantagens e as desvantagens da hospedagem de site grátis. Continue a leitura e confira. Não perca!

Afinal, o que é serviço de hospedagem de sites?

Um site é uma aglomeração de arquivos (textos, imagens e códigos) que, quando conexos, criam as páginas que estamos acostumados a encontrar na web. Os arquivos são reconhecidos por softwares especializados — os navegadores. Contudo, eles devem, antes disso, estar armazenados em um determinado ambiente, que é chamado de servidor.

Ter esse local para guardar os arquivos é essencial, uma vez que o domínio não é capaz de armazenar nenhum conteúdo do site — ou seja, ele é somente o endereço eletrônico (ou URL) —, o que realiza esse processo é o servidor.

Nessa mesma linha, o servidor se trata de um super computador que tem mais recursos e melhor desempenho que um modelo convencional, pois ele apresenta o objetivo de armazenar vários arquivos e deixá-los aptos para que outras máquinas o acessem — por isso que se diz que o servidor “hospeda” o site, surgindo, dessa forma, o conceito de hospedagem.

De um modo fácil, a hospedagem é um ambiente no servidor em que se armazena todos os arquivos que fazem parte de um site, a fim de deixá-lo acessível na internet.

Qual a diferença da hospedagem para uma plataforma de criação de sites?

Essencialmente, pode-se definir o domínio como o endereço do site, que é o modo como se traduz o IP do servidor em que a página de internet se encontra, o que simplifica bastante a memorização por parte dos usuários.

É muito mais fácil se lembrar do “www.nomedaempresa.com.br” do que o endereço de IP do servidor de hospedagem. Por conta disso, os profissionais da internet investiram nos domínios como acesso ao site. Refere-se, assim, ao nome em toda a rede, o vocativo usado pelas pessoas para chamar para seu dispositivo o website que almeja visitar. 

Há uma lógica por trás da criação de sites: as letras HTTPS, por exemplo, identificam o protocolo de segurança e comunicação, e as três letras “w” querem dizer que a página se encontra na World Wide Web. Por conseguinte, encontra-se o nome da página, os indicadores de categoria de página e o país em que a hospedagem é feita.

Os domínios também são utilizados como “marcas” para as companhias, ou seja, é necessário registrar para conseguir o direito de usar. Não adianta criar o seu site com a sua marca, optar pelo melhor serviço de hospedagem se não promover o registro do nome da página.

Em contrapartida, a hospedagem faz com que o site fique e se mantenha on-line. Ela disponibiliza a infraestrutura de comunicação e tecnologia precisas para que ele trabalhe de forma correta, como:

  • contas de e-mail;
  • armazenamento de mídia;
  • dashboard de gestão;
  • métodos de transferência de arquivos.

Outra questão importante a dizer é sobre registrar um domínio “.br”, que são os mais utilizados em nosso país. A fonte responsável é o Registro.br. Contudo, há vários players que atuam no mercado de hospedagem, e por isso, não deixe de se certificar de optar por uma fornecedora capacitada, que disponibilize um bom custo-benefício e, principalmente, suporte e assistência para manter o website sempre operando.

Quais são os pontos positivos em ter uma hospedagem de site grátis?

Não é uma novidade o fato de que há diversos provedores de hospedagem ajudando os empreendedores a colocarem suas ideias no ar sem cobrar um centavo pelo serviço. Isso é excelente por dois motivos:

  • possibilita aos pequenos e microempresários (ou pessoas físicas) uma economia, mesmo que singela;
  • promove o crescimento de conteúdo na internet. 

É muito legal saber que, se você quiser lançar um blog, tem à sua disposição a opção de não ter que pagar pelo armazenamento de suas informações. Contudo, é importante compreender que esse é o único ponto da hospedagem de site grátis que pode ser considerado uma vantagem quando comparada com a paga.

Uma vez que o seu objetivo seja crescer, mais do que pagar pela hospedagem, é preciso ter a certeza de que o fornecedor tem a qualidade necessária para um bom serviço.

Quais são os pontos negativos?

No que se refere aos pontos negativos da hospedagem de site grátis, podemos separá-los em dois grupos: os problemas e as limitações. No momento em que ocorre a contratação desse modelo, o contratante deve saber que não terá garantia alguma. De forma prática, isso significa que a sua página na internet pode ser removida a qualquer momento e sem aviso prévio. Também é normal acontecer de ficar fora do ar por tempo demasiado — por se tratar de um serviço gratuito, você não pode nem reclamar.

A questão, diante disso, é que o suporte ao cliente só está disponível para as hospedagens pagas. Portanto, não se engane achando que as gratuitas podem ser melhores, pois elas perdem em absolutamente todos os quesitos técnicos e funcionais.

Por que pagar por uma hospedagem para o meu site?

Vamos ser francos e diretos: não vale a pena ter uma hospedagem de site grátis. Embora exista a questão do custo zero, nem de perto isso faz valer os benefícios de um serviço pago. Para que você entenda melhor, mostramos por que pagar por uma hospedagem para a sua página.

Para garantir maior estabilidade

Os provedores que cobram pela hospedagem costumam realizar mais investimentos no que corresponde à infraestrutura. É verdade que não são todos, porém, algumas empresas, como a ValueHost, têm apenas o que há de melhor, contando com o que há de mais moderno em relação às práticas, políticas e tecnologias.

Além disso, também contam com uma equipe técnica dedicada exclusivamente à manutenção dos equipamentos. Por essa razão, oferecem um serviço extremamente estável, com uptime de 99,9% — isso significa que o seu site estará sempre no ar.

Para aumentar a segurança

Não é preciso nem falar que a hospedagem paga é muito mais segura que uma gratuita. Contudo, isso não implica o fato de que ela nunca sofrerá ataques. Afinal, até mesmo o Google e a Microsoft que estão entre os principais players da tecnologia já foram atacados. Entretanto, os serviços pagos estão fortemente preparados para combater as possíveis ameaças antes que elas tenham algum impacto nos sites de seus clientes. Nesse contexto, há uma série de cuidados inclusos, como:

  • criptografia de dados;
  • soluções de proteção contra vírus e malwares;
  • aplicação de firewalls;
  • backups periódicos;
  • planos de contingência.
  • Em uma hospedagem de site grátis, nada disso é oferecido.

Pela flexibilidade para crescer

No mundo pago, o seu site terá flexibilidade para crescer de acordo com as suas próprias necessidades. Nesse sentido, não será preciso se preocupar com o tráfego ou a falta de espaço. Caso esteja estourando os limites, basta solicitar o seu aumento — aqui na ValueHost você encontra planos com alguns recursos ilimitados!

Pelos recursos adicionais

Engana-se quem pensa que uma boa hospedagem paga resume-se a grande volume de espaço em disco e tráfego. Na verdade, existem diversos recursos adicionais, como e-mail próprio, certificados de proteção, licenças de softwares, criador de sites e um painel de controle responsivo e multilíngue.

Para contar com um suporte

Sem a menor sombra de dúvida, o suporte ao cliente é um dos principais benefícios de uma hospedagem paga. Em contrapartida, a sua inexistência é o ponto mais frágil da hospedagem de site grátis. Tenha em mente que vários podem ser os motivos pela necessidade de alguma ajuda: publicação da página, recuperação de backup, configuração de e-mail e mais uma série de outros aspectos.

A não ser que você seja um especialista, em determinado momento precisará do suporte da empresa. E para garantir que ele esteja ao seu lado, você já sabe o que fazer: pagar pelo serviço de hospedagem. Cabe deixar claro que, na ValueHost, o suporte ao cliente está disponível 24 horas por dia, sete dias por semana e 365 dias por ano! E isso acontece em diversos canais, incluindo e-mail, telefone e chat on-line.

Quais os principais problemas com a hospedagem gratuita?

Há diversas empresas no mercado que oferecem a hospedagem gratuita de sites. Contudo, essa pode ser uma péssima ideia para as companhias. Veja os motivos, a seguir!

Lentidão

Grande parte dos provedores de hospedagem de site grátis coloca centenas de páginas compartilhando o mesmo servidor. Isso faz com que todos as suas páginas carreguem em velocidades bastante baixas. Essa lentidão cria uma experiência ruim para o usuário e para a empresa.

Endereço da web não profissional

Contar com um endereço de site não profissional é bastante prejudicial para a marca. Isso porque os visitantes e os clientes em potencial achariam muito difícil considerar o seu empreendimento como sério quando você nem mesmo tem um nome de domínio correto. Sendo assim, não deixe de contar com uma empresa especializada nesse assunto.

Serviço de teste não é realmente grátis

Muitos desses serviços de sites gratuitos são testes limitados — ou seja, depois de um tempo, você terá que arcar com os custos — e, na maioria das situações, esse preço é muito mais alto do que os serviços de hospedagem. Além disso, se você adicionou um cartão de crédito durante a inscrição, eles podem cobrar de você sem avisar.

Taxas ocultas

Como qualquer outro negócio, essas empresas também precisam ganhar dinheiro. Algumas delas cobram de seus usuários por serviços adicionais, como hospedagem de imagens, contas de e-mail, acesso a FTP, transferência de site etc.

Bloqueio de dados

Muitos usuários que começam com um site gratuito e depois desejam mudar para um serviço pago se deparam com a impossibilidade de mover as informações da sua página na web. Isso porque esses provedores de serviço não oferecem nenhuma ferramenta para a migração. Logo, muitos usuários costumam pagar por freelancers para exportarem manualmente todo o conteúdo, o que pode aumentar os seus gastos.

Anúncios irrelevantes

A maioria desses serviços são suportados por propagandas — ou seja, você cria conteúdo e constrói sua página na internet, mas eles são pagos pelos anúncios. Frequentemente, esses anúncios distraem, são intrusivos e não têm nada a ver com a sua marca. A pior parte quando seus concorrentes pagam essas empresas de hospedagem de site grátis para anunciarem seus produtos ou serviços, sabotando o seu negócio.

Vale ou não a pena usar hospedagem gratuita?

Grande parte das companhias que disponibilizam hospedagem de site grátis têm planos pagos ou conta com parcerias de outras empresas de hospedagens pagas. Nessa situação, esse modelo de hospedagem se torna somente uma “isca”, pois a ideia principal é que você migre para um plano pago no futuro. É dessa maneira que eles conseguem obter receita para arcar com os gastos de operação.

Na hora de contratar esse tipo de serviço, é necessário considerar que a hospedagem gratuita não tem nenhuma garantia. Ou seja, como já mencionamos, a sua página pode ser retirada do ar sem nenhum aviso prévio — e por se tratar de um serviço sem custos, fica inviável realizar reclamações.

Enfim, a hospedagem gratuita pode ser interessante para criar sites de testes ou que não têm problema se ficarem fora do ar por muito tempo. Agora, para quem deseja algo profissional, será preciso contratar um serviço de qualidade, que são pagos e oferecem todo o suporte necessário para o seu negócio.

Temos um datacenter profissional certificado com servidores robustos, segurança de dados com backup e RAID em todos eles, proteção com firewall, anti-DDoS Voxility e muito mais. Sendo assim, não deixe de conferir o nosso trabalho para conferir os serviços de hospedagem que podemos oferecer com 30 dias grátis em qualquer um dos nossos planos!